Já está disponível para consulta o saldo com reajuste de 8,9741% relacionado ao PIS/PASEP para os trabalhadores que ainda não efetuaram o saque do dinheiro. A etapa seguinte começa dia 8 de agosto, tanto para quem é correntista da Caixa Econômica Federal, como também os correntistas do Banco do Brasil. E no dia 14 de agosto será para aqueles que não são clientes destes dois bancos.

Quem já sacou o abono não tem direito à correção, quem foi paciente e esperou, conseguirá receber um pouco mais. O valor médio que será pago por cotista é de R$ 1.375,00, mas quem esperar até agosto poderá receber R$ 1.498,00 em média.

Aqueles trabalhadores ligados ao setor privado devem consultar no site da Caixa o saldo do PIS, devendo ter em mãos o número do CPF ou do NIS. Quem preferir fazer a consulta por telefone, é só ligar para 0800 7260 207. Também é possível ir pessoalmente a uma agência bancária da CEF ou nos caixas eletrônicos, mas tendo o Cartão Cidadão.

Os servidores públicos podem realizar a consulta do PASEP acessando o site do Banco do Brasil, tendo em mãos o número do CPF, ou a inscrição no Pasep, além da data de nascimento.

Quem pode receber o PIS/PASEP

Para receber o abono salarial é preciso ter trabalhado de carteira assinada e o recolhimento do PIS ou PASEP deve ter sido feito até o dia 4 de outubro de 1988. Aqueles que contribuíram após essa data, não têm direito ao dinheiro que está sendo depositado agora. Muitos trabalhadores não puderam esperar até agosto e já sacaram o abono. Quem retirou o dinheiro para quitar uma dívida, agiu corretamente, já que os juros no banco ficam bem abaixo do que é cobrado nos débitos.

Aqueles contribuintes com idade abaixo dos 60 anos, só poderão retirar o dinheiro após o dia 28 de setembro. Quem tem mais de 60 anos, ou sofre com uma grave doença, quem é herdeiro de cotista, ou foi afastado por invalidez, pode efetuar o resgate a qualquer instante.

De acordo com o Governo são 57 milhões de trabalhadores beneficiados com essa medida provisória.

Muitos que tentaram realizar a consulta do PIS no site da Caixa Econômica Federal nesta segunda-feira (16), enfrentaram problemas.

Durante um longo período o site da CEF ficou lento e depois não teve mais como ser acessado. Neste caso, quem está com pressa deve recorrer ao telefone, ou ir a um caixa eletrônico. Quem puder esperar, pode deixar para tentar acessar o site à noite ou no dia seguinte, quando a procura for menor.

De acordo com a assessoria de imprensa da Caixa, o acesso foi prejudicado porque a base de dados está sendo atualizada, mas que em breve tudo terá sido normalizado.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Não perca a nossa página no Facebook!