A venda de veículos registrada no primeiro semestre de 2018 apresentou um aumento significativo de 14,5%. De acordo com a divulgação realizada pela Fenabrave, que é a associação das concessionárias, a alta equivale a um grande desempenho da indústria automotiva brasileira.

Segundo a associação das concessionárias, esse ótimo retrospecto para o primeiro semestre do ano tem como base a venda de automóveis, ônibus, caminhões e comerciais leves. Ao todo, foram emplacados 1.166.663 veículos entre os meses de janeiro a junho deste ano.

No 1º semestre do ano passado, o registro havia sido de 1.019.208 emplacamentos de veículos.

Venda de veículos sobe em junho

Além do ótimo retrospecto de vendas no primeiro semestre deste ano, o setor de veículos registrou uma alta de 3,7% no mês de junho. A alta registrada foi observada em uma comparação com o mesmo mês em 2017, quando o setor comercializou 194.796 veículos. Neste ano, o mês de junho fechou com um total de 201.987 veículos emplacados.

Já em comparação com o mês de maio deste ano, as vendas de junho tiveram uma alta pequena de apenas 0,06%.

Todo esse desempenho surpreendente fez com que os economistas do setor realizasse novas projeções para os avanços futuros. As novas perspectivas para o setor de veículos do Brasil foram mensuradas da seguinte forma:

  • Automóveis - prevê alta de 9,9%;
  • Comerciais leves - prevê alta de 8,7%;
  • Motocicletas - prevê alta de 7,7%;
  • Caminhões - prevê alta de 24,8%;
  • Ônibus - prevê queda de 4,1%.

Venda de caminhões dispara

Dentre todos os veículos emplacados neste primeiro semestre, a venda de caminhões foi a que mais chamou atenção.

Isso porque neste primeiro semestre foram emplacados um total de 32.338 unidades. O período que vai apenas de janeiro a julho deste ano já registrou um aumento de 50,7% em uma comparação com o primeiro semestre de 2017.

Acompanhando esse crescimento astronómico de vendas, a Fenabrave avalia que o próximo semestre também será recompensador para a venda de caminhões. O índice anterior a essa nova publicação era de um aumento de 10,3% para o segundo semestre de 2018.

Mas com os novos dados, a Fenabrave prevê uma alta de no mínimo 24,8% para o setor.

Já as previsões de vendas de ônibus foi reajustada para uma queda de 4,1%. Anteriormente aos dados lançados sobre o primeiro semestre deste ano, a Fenabrave previa uma alta de até 4,7% para a venda de ônibus.

De acordo com a associação, as demais previsões se mantiveram próximo do que já era esperado. No geral, houve uma redução do aumento esperado para o 2º semestre na maioria das vendas dos veículos.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Já no caso das motocicletas, o índice de previsão foi de 6,1% para uma alta de 7,7% esperada para o próximo semestre.

Não perca a nossa página no Facebook!