O último mês de setembro foi bastante interessante para os investidores. Com o aumento da bolsa, a taxa de juros inalterada e o controle inflacionário alguns investimentos tiveram uma valorização e um bom desempenho.

De acordo com a revista Exame, os melhores investimentos do mês passado foram aqueles que tem algum tipo de proteção. Por conta da incerteza das eleições, tanto os prefixados, quanto os investimentos estrangeiros tiveram uma boa alta.

1º Melhor Investimento: Fundo de Ações Indexados

De acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), o investimento em fundos de ações indexados teve um aumento de 1,58% no mês de setembro.

Fundos de ações é uma modalidade de fundo de mercado que traz uma facilidade para o novo investidor, o fundo funciona basicamente a partir de empresa ou banco que seleciona um grupo de ações e aloca neste os recursos dos investidores. O risco aqui é a variação destas ações selecionadas pelo gestor. O Indexado é a modalidade deste investimento que tende a utilizar ações listadas em um índice específico da bolsa.

2º Melhor Investimento: Fundo de Renda Fixa Investimento no Exterior

Esta modalidade teve um desempenho de 1,02% no mês de setembro.

O Fundo de Renda Fixa é também um fundo de investimento, que pode ser um banco ou empresa, que organiza o recursos investidos em um grupo de fundos de renda fixa. Seria semelhante a comprar parte de uma grande carteira de investimentos em renda fixa.

Porém, o modelo que teve lucros foi a modalidade de investimentos no exterior. Há fundos que colocam até 100% dos recursos para investimentos em renda fixa no exterior.

Tem sido realmente atrativo este ativo com o aumento do dólar e da bolsa estadunidense.

3º Melhor Investimento: Tesouro IPCA+ 2019

O Tesouro IPCA+ de vencimento em 2019, de acordo com o próprio Tesouro Nacional teve uma alta de 0,82% no mês de setembro.

Tesouro IPCA é um ativo público negociado pelo Governo Federal. Com esta modalidade de investimento, o investidor protege-se da inflação conseguindo assim ter maiores rendimentos a longo prazo.

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) se trata da elevação média dos preços, a famosa inflação. Deste modo o valor resgatado será dos juros mais a variação IPCA no período.

Lembrando também que o Tesouro é a forma mais conversadora de se investir. É um investimento que só haverá risco se o País entrar em colapso econômico.

4º Melhor Investimento: Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2021

Esta modalidade de título público do Tesouro Nacional teve um aumento de 0,81%.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

O Tesouro Prefixado é o investimento que na hora da compra o investidor sabe qual o valor exato irá receber no vencimento do título. Nele o investidor também irá receber semestralmente juros, o que aumenta a liquidez e a possibilidade de reinvestir neste título.

Não perca a nossa página no Facebook!