Com a crise financeira instalada no Brasil e as diversas buscas por uma vaga no mercado de trabalho, alguns golpes estão surgindo na internet, com o objetivo de roubar dados importantes dos brasileiros.

Utilizando ferramentas comuns do dia a dia para subtraírem informações e com as mesmas agirem de má fé prejudicando pessoas que buscam inserção e ou melhor qualificação no mercado, o WhatsApp tem sido um dos principais aliados daqueles que estão mal intencionados.

WhatsApp tem sido utilizado por grupos que visam roubar informações de pessoas que buscam por emprego

O mais novo golpe realizado por meio do WhatsApp oferece diversas Vagas de emprego para brasileiros atuarem no comércio e na área da saúde.

Usando o WhatsApp para compartilhar links de vagas inexistentes no mercado de trabalho, um grupo de hackers vem compartilhando informações pertinentes a supostas vagas nas empresas Cacau Show, Havan e no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Atraindo diversos interessados por conta das propostas que envolvem salários atraentes e nenhuma necessidade de experiência profissional, mais de 50 mil vítimas já acessaram os links falsos criados e disponibilizados pelos hackers e dispostos a se candidatarem às vagas, compartilharam livremente suas informações pessoais no aplicativo.

Milhares de brasileiros compartilham links de hackers no intuito de ajudar pessoas próximas que buscam por trabalho

A fim de contribuírem com pessoas próximas e que buscam uma melhor posição no mercado de trabalho, usuários do WhatsApp que recebem mensagens com propostas de emprego em lojas ou prestadoras de serviços voltadas para o ramo da saúde, estão compartilhando essas mensagens com seus contatos, sem sequer imaginar que se trata de um golpe cibernético.

Compartilhando com contatos de suas listas, muitos usuários do aplicativo de mensagens estão contribuindo com a ação dos hackers, que visa somente roubar dados e números de documentos para praticarem crimes na web.

Embora mais de 50 mil pessoas já tenham acessado o link com as supostas informações das vagas de emprego, de acordo com a ESET, empresa especializada em segurança digital mundialmente reconhecida, cerca de 6 mil internautas já caíram no golpe e passaram seus dados para terceiros.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Vagas Tecnologia

Uma dica importante para evitar ser vítima em golpes divulgados pelo WhatsApp e pelas demais redes sociais, é que os usuários evitem clicar em links que oferecem vantagens consideradas exageradas e que procure sempre confirmar os dados passados no site oficial da empresa que oferece determinado serviço ou brinde.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo