Na última terça-feira (21), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, destacou que as pessoas que realizaram o cadastro para receber o auxílio emergencial entre os dias 7 e 10 de abril, mas os pedidos ainda estão sob análise, devem aguardar até às 12h dessa quarta-feira (22) para que o seu status seja atualizado.

Também durante a ocasião, Lorenzoni chegou a afirmar que caso isso não seja modificado, o candidato em questão deverá fazer uma atualização do aplicativo na loja Android ou Apple do seu smartphone e realizar um novo cadastro para conseguir receber o benefício em questão.

Ainda sobre o assunto citado, é possível afirmar que o ministro da Cidadania chegou a destacar que nessa nova versão do aplicativo e do site, uma opção de recadastramento estará disponível.

Por meio dela, os dados das pessoas que precisarem refazer seus cadastros passarão por nova análise, que começará a ser feita a partir do próximo sábado (25).

De acordo com informações do site GaúchaZH, cerca de 23,1 milhões de brasileiros recorreram ao auxílio emergencial em questão. Entretanto, 9,9 milhões estão atualmente com as suas solicitações sob análise de acordo com o ministro da Economia.

Segundo Onyx Lorenzoni, cerca de 70% desses 9,9 milhões de pessoas precisarão refazer os cadastros porque as informações apresentadas na primeira vez em que se cadastraram foram consideradas insuficientes ou contaram com algum erro. Assim, os dados precisarão ser revisados por essas pessoas.

Para ilustrar a sua fala, o ministro afirmou que existem algumas situações em que pai e mãe chegam a cadastrar a mesma família, o que pode gerar problemas.

O ministro ainda citou o caso de que falta algum membro da família a ser cadastrado no aplicativo.

Pessoas separadas em três lotes

Ainda nessa quarta-feira (22), uma nova leva de pagamentos será realizada pelo Governo federal, totalizando 5,2 milhões de pessoas. Além disso, outras 4 milhões de pessoas, beneficiárias do Bolsa Família, também devem receber na data em questão.

Por fim, 1,1 milhão de integrantes do Cadastro Único também receberão na data referida.

De acordo com o GaúchaZH, o Dataprev, órgão responsável por realizar a análise dos pedidos de auxílio, chegou a separar as pessoas que seriam analisadas em três grupos diferentes entre os dias 9 e 10 de abril. Assim, esses 9,9 milhões de pessoas que ainda estão pendentes fazem parte do terceiro lote.

Os primeiros já foram encaminhados para a Caixa Econômica Federal e, ainda nessa quarta-feira, terão o seu pagamento concluído.

Para maiores informações sobre as datas dos saques, é possível consultar o site da Caixa, que conta com todas as datas referentes às três parcelas do auxílio emergencial do governo federal.

Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!