O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma avaliação nacional de proporção gigantesca. Isso porque é a principal porta de entrada para universidades públicas no Brasil e no exterior, além de também ser utilizado como critério para se obter bolsas de estudos em instituições privadas. Então, se este é o seu objetivo, com certeza você já está inscrito, ou pelo menos deveria estar.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). em 2017, o número de participantes confirmados ultrapassa a marca dos 6,7 milhões. Apesar da grande adesão, o número ainda é menor do que em 2016, que teve 8,6 milhões de pessoas inscritas.

Essa diminuição provavelmente tem a ver com uma mudança importante na finalidade do Enem. Este ano o exame deixa de servir para certificação de conclusão do ensino médio. Essa avaliação, agora será feita por meio do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), que não era usado para diplomação desde o ano de 2009.

O projeto

Não é novidade. O Projeto Mãe do Enem foi implementado pela primeira vez ano passado e com sucesso. Ele busca que voluntários tomem conta dos filhos de participantes do Enem, para que as mães que não têm um parente ou amigo com quem deixar a criança possam fazer as provas tranquilamente.

Ele foi idealizado pela jornalista Fernanda Vicente, uma paulista de Santos, porém foi expandido para outros estados. No último ano, mais de 20 estados participaram do projeto, o número de mulheres voluntárias ultrapassou a marca dos 200, e dezenas de mães e crianças foram atendidas.

Os melhores vídeos do dia

A expectativa para esse ano é superar os números de 2016.

Como funciona?

As interessadas em participar seja como voluntárias ou como mães precisando utilizar o serviço, devem mandar um e-mail para: maesnoenem@gmail.com. O prazo se encerra no dia 1º de novembro, a próxima quarta-feira. A segurança é algo fundamental neste tipo de troca, tanto que as candidatas a voluntárias terão a ficha detalhadamente e criteriosamente analisada, inclusive enviando o atestado de antecedentes criminais que pode ser facilmente impresso por qualquer cidadão na internet.

Nenhum dado ficará exposto, segundo Fernanda. Será criada uma conexão por proximidade entre as mães necessitadas da ajuda e as mulheres que se disponibilizaram a ajudar. Vale lembrar que este ano o Enem será aplicado pela primeira vez em dois domingos. Então, as voluntárias estarão disponíveis nos dois fim de semana. Porém, de acordo com a organizadora, a voluntária que só tiver um dia disponível também pode se inscrever e será uma ajuda bem-vinda.

A idealizadora do projeto acredita na força da aliança entre as mulheres e têm dado certo.