O filósofo paraense Luís Carlos Lemos da Silva faz palestra, nesta quinta-feira (16), em comemoração ao Dia Mundial da Filosofia, em Manaus (AM). O evento terá início às 19h30, na sala 404, 4º andar, na Unidade I, da Faculdade Martha Falcão DeVry Brasil. A programação conta com bate-papo com o filósofo e sorteio de livros. A entrada é franca.

Sobre o filósofo

Luís Carlos Lemos da Silva, ou simplesmente, Luís Lemos, como ele gosta de ser chamado, é filho de João de Oliveira da Silva e Raimunda Matias de Lemos, ambos analfabetos. Sua mãe, desde muito pequeno, lhe incentivou aos estudos. Quando terminou o ensino fundamental, entrou para o Seminário Salesiano em Belém, para fazer o Ensino médio.

Seguiu a carreira religiosa até o ano de 2000, quando saiu da ordem religiosa e começou a trabalhar como professor de ensino religioso em uma escola pública, na periferia da cidade de Manaus.

Luís Lemos é formando em Filosofia e Ciências Biológicas, com Mestrado em Ensino de Ciências pela Universidade do Estado do Amazonas. É autor de quatro livros: O Primeiro Olhar – A Filosofia em Contos Amazônicos (2010), O Segundo Olhar – A Filosofia em Temas Amazônicos (2012), O Terceiro Olhar – A Filosofia em Lendas Amazônicas (2014) e O Homem Religioso – A Jornada do Ser Humano em busca de Deus (2016). Adepto da filosofia “nenhum dia sem escrever uma única palavra”, publica semanalmente artigos de cunho filosófico na Blasting News.

Dia Mundial da Filosofia

Criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o Dia Mundial da Filosofia é comemorado todos os anos na terceira quinta-feira do mês de novembro.

É um dia especial para lembrar o pensamento crítico, reflexivo, profundo e a capacidade criadora do ser humano. Um momento propício para o ser humano refletir mais aprofundado sobre si mesmo, sobre suas ações, crenças, o seu próprio pensamento, enfim, sobre a sua própria vida.

A filosofia é um tipo de conhecimento mais democrático do mundo. Ela considera qualquer pessoa que tente pela sua própria maneira ver a realidade, entender racionalmente a vida, os sentidos da existência, da sociedade, as relações humanas, o universo, enfim, todos os eventos que o cercam, como filósofo em potencial, ainda que não tenha recebido qualquer instrução significativa para isto.

Segundo Friedrich Nietzsche (1844-1900), “um filósofo é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes”.

A importância de se ter um Dia Mundial da Filosofia é para aumentar a potência democrática do agir humano [VIDEO]. Para afirmar o império da liberdade e o entendimento da diversidade profunda, que é a diversidade biológica, racial, religiosa e ética entre os homens. Enfim, quanto mais acontece o espraiamento entre os modos de vida dos povos, mais se é filósofo, amante de Sophia e Philo fiel.