Ficar perdido no meio de especulações sobre como utilizar, da melhor forma, a nota alcançada no ENEM é fato comum à maioria daqueles que prestaram o exame. Entre os diversos processos mais conhecidos estão os do governo, com seus financiamentos e Bolsas de estudo para cursos superiores. O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) é um deles. Quem não zerou a redação do último exame pode optar por ele e concorrer as suas 130 vagas para universidades públicas em todo o país.

Optando por conseguir uma bolsa de estudo

Esta opção quem oferece é o Pro Uni (Programa Universidade para todos). São bolsas integrais e parciais em faculdades privadas com altos conceitos no Ministério da Educação (Mec.).

Nesse caso o Enem tem que ter sido o mais recente, com pontuação mínima de 450 na média e sem ter zerado a redação. E a renda familiar não pode ultrapassar os três salários mínimos por pessoa. Ainda existe o cumprimento de um requisito entre estes: ter estudado em escola pública, ser professor público em plena atividade ou ser deficiente físico. Caso os requisitos sejam preenchidos existe a chance de iniciar os estudos no primeiro ou no segundo semestre.

Que tal um financiamento para ingressar na faculdade?

Isso mesmo! Nesse caso há o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Inscrever-se no Fies é opção excelente para os possuidores de baixa renda, pois esta é a finalidade da instituição. Outra vantagem é o fato de a comprovação do Enem, ou seja, a nota, poder ser de qualquer edição a partir de 2010.

A média das provas precisa estar em pelo menos 450 pontos e a redação não zerada. A renda familiar bruta mensal também não pode ultrapassar os três salários mínimos.

Uma forma de complementação de notas

Entre as várias instituições tradicionais que prestam vestibular, existem aquelas que aceitam a sua nota do Enem para complementar a pontuação. As disputas por vagas são acirradas e cada ponto é de suma importância nesse critério inteligentemente estabelecido. Os critérios são variáveis e consultando os editais de vestibular você vai se inteirar quanto a eles.

A faculdade privada ficou mais acessível

Algumas faculdades privadas aceitam uma nota de desempenho, de qualquer uma das edições do Enem, a partir de 2010, que dá acesso direto ao curso que você escolher. Isto tem despertado o interesse de muitos candidatos que sonham em ingressar numa faculdade privada. Dependendo da instituição, só vale a nota do último Enem. Os critérios variam. Por todo o Brasil, ótimas faculdades dão chances de ingresso aos que obtiveram uma nota aceitável no Enem. Abaixo, algumas que aceitam o Pro Uni, o Fies e trabalham com ingresso direto.

(UNESA) Universidade Estácio de Sá

UNIFACS (a distância) – em Salvador/BA

UnP – Universidade Potiguar (a distância) – em Natal/RN

(PITÁGORAS) Pitágoras – em Minas Gerais

Universidade Anhembi Morumbi (a distância)

FMU (a distância)

(ANHANGUERA) Centro Educacional Anhanguera

(UNICSUL) Universidade Cruzeiro do Sul

(UNICID) Universidade Cidade de São Paulo

(UNIFRAN) Universidade de Franca