Pode parecer básico e repetitivo, mas a verdade é que uma das maiores dúvidas [VIDEO]de quem estuda #inglês é a função do verbo to be. Antes de entender quando usá-lo, é necessário saber o que ele significa. Ele representa os verbos ser e estar.

Em português, são conceitos [VIDEO] diferentes, mas em inglês, eles estão unidos no to be. Para saber quando é ser ou quando é estar, é preciso estar atentos ao contexto da frase. Por exemplo: ‘’I am in the room - Eu estou na sala’’. Fica óbvio que você não é uma sala, mas, sim, está na sala.

Entenda as conjugações - Como a estrutura dele não muda, você só precisa saber de que forma usar.

No presente, ele tem as variações:

Am - Ex.: ‘’I am a teacher - Eu sou professor’’;

Is - Ex.: “He is a dentist/She is a dentist - Ele/Ela é dentist”;

Are - Ex.: “They are friends/We are friends - Eles/Nós somos amigos”.

No singular usa-se o am somente para a primeira pessoa. Para o he, she e it usa-se o is. Para o plural, utiliza-se o are para os pronomes pessoais we e they. Pode parecer confuso, mas a longo prazo se acostuma com estas estruturas.

Verbo to be na negativa - Comumente usa-se a forma abreviada, com a exceção do “I am”, que vai ficar “I am not”. Ex.: “I am not a student - Eu não sou estudante.”

Para os pronomes pessoais he, she e it é possível utilizar a forma mais curta. Ex.: “He is my husband - He is not my husband - He isn´t my husband - Ele é meu marido - Ele não é meu marido da forma inteira e abreviada.” As duas formas são adequadas, porém a abreviada é mais utilizada.

Quando há o plural para os pronomes we, they - '”They are my clients - They are not my clients - They aren´t my clientes - Eles são meus clientes - Eles não são meus clientes” na forma inteira e reduzida.

Verbo to be na interrogativa - A forma interrogativa irá inverter o sujeito e o verbo. Ex.: “I am a good student - Am I a good student? - Eu sou um bom estudante - Eu sou um bom estudante?”

“She is a great singer - Is she a great singer? - Ela é uma ótima cantora/Ela é uma ótima cantora?”

Verbo to be na interrogativa / negativa – Continua-se a inverter o sujeito e o verbo e acrescenta-se a negativa. Ex.: “We aren´t classmates - Aren´t we classmates? - Nós não somos colegas de classe - Nós não somos colegas de classe?”, normalmente utilizado em retóricas ou confirmações.

Verbo to be no passado - Há duas variações do to be no passado. Was para os pronomes no singular e were no plural. Ex.: “I am a soccer player - I was a soccer player - Eu sou um jogador de futebol - Eu fui um jogador de futebol”. Pode ser traduzido como era ou estava.

Utilizado para situar no espaço e tempo. “She was here ten minutes ago - Ela estava aqui há dez minutos”. A maioria vem acompanhado de locuções ou advérbios, como ago (atrás), yesterday (ontem). #aprender #verbotobe