A dedicação com livros, memorização de fórmulas e regras, resolução de problemas e muito uso de lápis e borracha são algumas coisas com as quais os estudantes do Enem conviveram durante o ano de 2018.

Porém, outro fator inesperado entrou nessa etapa de preparação nos últimos dias: após idas e vindas, o Governo Federal resolveu instituir o horário de verão (o qual deveria vigorar a partir da metade de outubro) nos primeiros dias de novembro.

Mais precisamente no dia 4 de novembro.

Data coincidente com a primeira fase do Exame Nacional do Ensino Médio, já que a partir do ano passado, a prova é dividida em dois dias, dois finais de semana.

Portanto, os estudantes terão um ingrediente a mais para considerar: o ajuste de seus relógios biológicos durante a execução de um exaustivo teste intelectual. Nada fácil, mesmo.

No primeiro dia, 04/11, o Enem versará sobre as matérias direcionadas para a área de humanas como Português e História.

Haverá também a elaboração de uma redação. O prazo para responder às questões e a redação é de 6 horas, tendo início às 13 h.

O domingo seguinte, 11/11, será voltado para as ciências naturais e matemática, com início às 13 h e término às 18:30 h.

Dicas

Um conselho a seguir é fazer uma pequena revisão e consultar o que mais cai em relação a temas, vendo os certames anteriores. Não se recomenda revisar apenas uma matéria; o melhor é diversificar e estudar um pouco de todas as matérias.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação Concursos

Nada de estudar na véspera do Enem.

Para a redação, a aposta dos cursinhos especializados é que o tema trate de assuntos sociais e relacionados a meio ambiente.

No dia da prova, é importante que o candidato tenha dormido bem na noite anterior, inclusive ter adicionado uma hora a mais de sono para compensar o horário de verão. Durante a realização do Enem, mantenha a calma e procure se hidratar. Coma sem exageros.

O ato de comer exige um pequeno intervalo, o que é vantajoso, pois é uma forma breve de descanso, deixa a concentração mais livre por alguns instantes.

Caso tenha dificuldades de resolver uma questão, o melhor é pulá-la e ir para a seguinte. Também sai na frente aqueles que responderem as questões mais fáceis em detrimento de outras mais elaboradas.

Outro ponto que não pode ser esquecido: leve um documento original com foto.

Se tentar levar a versão digital, gravada no celular, a direção já adianta que NÃO será aceita. E discorrendo sobre dispositivos, lembre-se que celulares, tablets, relógios, materiais impressos e outros dispositivos eletrônicos não poderão adentrar na sala de exame.

Antes de sair de casa, cheque se está levando caneta de tinta preta e de corpo transparente. Esse é o tipo de caneta aceito para responder e passar o gabarito da prova. Outros similares como lápis e canetas de outras cores (azul, vermelha, etc.) serão proibidos. Borracha, nem pensar.

Alimentação especial

Para os cerca de 3 milhões de alunos que prestarão o Enem e que se submeterão à mudança implantada pelo horário de verão, aconselha-se que não comam fora de casa nos dias que antecedem o Enem, a fim de evitar uma possível intoxicação alimentar, por exemplo.

Tanto no almoço quanto no lanche antes da prova, prefira alimentos leves e que não sejam ricos em gordura. Saladas e o famoso arroz com feijão são boas pedidas.

É bom recordar que durante o exame, o tempo é precioso e o candidato pode levar consigo alimentos práticos para serem desembalados e consumidos. Uma boa dica são as frutas como a banana e as barras de cereal.

Uma garrafa de água é indispensável para assegurar a hidratação. Se o local da prova for quente ou abafado, a água é importantíssima. Para os que gostam de doces e chocolates, a notícia não é muito animadora: são de difícil digestão e, dependendo do clima, o chocolate derrete. Se mesmo assim a dependência dos “tabletes marrons” for irresistível, consuma em quantidades mínimas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo