Com a aproximação do final do ano, as pessoas começam a escrever ou pensar nas resoluções de ano novo. Podem ser em áreas como alimentação saudável, emagrecer ou estudar mais, mas infelizmente a maioria delas permanece no papel ou apenas no plano. Devido a procrastinação, muitos sonhos são adiados ou nunca atingidos. A procrastinação pode ser causada por vários fatores como a fadiga de tomar muitas decisões durante o dia e o estresse, mas também pode ser controlada a fim de manter a produtividade e a continuidade das atividades do dia a dia.

Publicidade

Algumas dicas podem ser usadas principalmente por estudantes, universitários ou vestibulandos, ou qualquer pessoa que esteja interessada em lutar contra o hábito de adiar as tarefas:

  • Escrever em uma agenda: O fato de escrever torna a tarefa mais "tangível" já que o ato de pegar a caneta e o papel envolve uma ação. Ao executar algo, o cérebro tem a tendência de querer cumprir ou terminar a tarefa, tornando mais fácil de atingir o objetivo. Ter uma agenda onde possam ser escritas listas de maneira simples e clara pode ajudar a lembrar de datas e metas ao longo do tempo.
  • Reduzir o tempo: A matéria ou o relatório pode ser elaborado em um tempo menor se o mesmo for separado em seções de estudo. O Pomodoro (que consiste em um método de 25 minutos de trabalho e 5 minutos de pausa) pode ser útil nesses casos por proporcionar pequenas pausas para o cérebro ao mesmo tempo que promove períodos de alta produtividade.
  • Combater o perfeccionismo: Algumas pessoas têm uma tendência maior ao perfeccionismo que outras, isso pode levá-las à cobrança excessiva e adiamento das tarefas. Para combater isso é preciso tomar cuidado com o julgamento baseado na perfeição [VIDEO] e tentar mudar o pensamento para trabalhar da melhor maneira possível. Ao começar antes é possível agendar tempo de estudo suficiente o que diminui a pressão e o estresse levando possivelmente a resultados melhores.
  • Foco: É importante decidir o que precisa ser feito e o tempo necessário para isso. Algumas vezes, as tarefas podem parecer mais difíceis do que realmente são, pois o estudante não consegue entender o objetivo por trás dela, isso pode ser resolvido ao fazer uma simples pesquisa na internet. Saber o porque de fazer algo ajuda a obter alguma motivação na hora de executar a tarefa, mesmo que seja a de simplesmente terminá-la.
  • Equilíbrio: Fazer pausas é importante para não sobrecarregar o cérebro durante os estudos. Alguns exemplos são fazer uma caminhada, comer algo ou assistir a um episódio de uma série.

As dicas acima têm o objetivo de melhorar o rendimento do estudante.

Se forem aplicadas diariamente, podem ser de grande ajuda na melhora de resultados.