Não é impossível obter a pontuação mais alta na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), embora, atualmente, são raros os momentos em que alunos alcançam a nota desejada de mil.

Para atingir o nível ideal da sonhada redação nota mil é necessário ter uma série de conhecimentos. Na prova do Enem, em trinta linhas, é preciso criar um excelente texto dissertativo-argumentativo.

Além do mais, é imprescindível dominar a língua portuguesa, o tema solicitado e as características que o gênero textual pede para chegar-se à nota máxima.

Dicas para alcançar a almejada nota na redação do ENEM

Utilizando a redação do Enem, o candidato deve redigir um texto dissertativo-argumentativo e, ao fim, apresentar uma proposta de solução.

Em suma, o aluno deverá prestar atenção, primeiramente, em três pontos principais e imprescindíveis para a redação do Enem, sendo eles:

  • Domínio da língua portuguesa, compreendendo conceitos de coerência, coesão e semântica, além, claro, da norma culta;
  • Possuir uma bagagem sociocultural que dê suporte às argumentações utilizadas usando de base conhecimentos sólidos e referências;
  • Compreender claramente as características estruturais do texto dissertativo-argumentativo;

Não temer o relógio

No dia da redação também serão realizados testes de linguagem e matemática, com duração total de cinco horas e meia. Em outras palavras, os candidatos terão mais ou menos uma hora para escrever a redação. Contudo, treinar para reservar uma hora para a redação não é algo complexo, uma vez que, basicamente, é um texto dividido em três partes com sistemas pré-estipulados.

Assim temos:

  • Introdução: apresentar o assunto e elucidar o leitor;
  • Desenvolvimento: desenvolver a argumentação que sustenta o posicionamento;
  • Conclusão: encerrar o assunto propondo uma solução;

Ter base argumentativa: contra ou a favor?

No dia do exame, a ideia principal a ter em conta é: "Como me posiciono como sujeito da redação do ENEM: contra ou a favor?".

Portanto, deve estar definida a tese, ou seja, o posicionamento que será tomado diante do tema proposto.

Utilizar referências e recursos históricos

Separar frases e pensadores que sustentem a argumentação é de praxe. Com isso, a banca avaliadora poderá notar se os autores utilizados realmente servem de base para o argumento utilizado.

Clareza no tema e referência com dados

Deve-se mostrar sempre a clareza das ideias com cuidado, muito cuidado, aliás.

Em outras palavras, deve-se fornecer um texto fácil de entender e com legibilidade clara para compreender.

Além disso, fazer uso de dados reais e comprovados de fontes confiáveis (IBGE, INPE, BC...) são fundamentais para construir uma narrativa favorável que beneficie e aponte a direção correta do texto elaborado para a redação do Enem.

A prática é o que leva a perfeição. Por isso é sempre uma boa ideia escrever, treinar e exercitar. Buscar dicas, ideias e formas de elaborar a melhor redação do Enem para alcançar a nota mil na prova.

Siga a página Educação
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!