A Copa América 2015, realizada no Chile, teve mais dois confrontos na sexta-feira (19). Os principais destaques foram a vitória do Equador frente ao México, e a goleada que o Chile impôs na seleção boliviana. Segue abaixo os principais detalhes dessas partidas.

Em Rancagua, o México perdeu para o Equador por 2x1. Raúl Jiménez fez o gol da seleção mexicana. Enner Valencia e Miller Bolaños marcaram os gols da seleção equatoriana.

Publicidade
Publicidade

Com essa derrota, o México terminou a fase classificatória na lanterna do grupo A, e acabou sendo eliminado da competição. Já o Equador ficou na terceira posição, no mesmo grupo, e agora aguarda a definição dos outros grupos para ver se irá se classificar.

O Equador encerrou um jejum que já incomodava o país, pois o seu selecionado não vencia uma partida de Copa América havia 14 anos, e após esse triunfo, a equipe ainda sonha com o título da competição, e está no aguardo de seu próximo adversário pelas quartas de final.

Publicidade

Em Santiago, no Nacional, o Chile venceu a Bolívia por 5x0, com dois gols de Aránguiz, um de Gary Medel, um de Alexis Sánchez e um de Ronald Raldés (contra). Com essa goleada, a seleção chilena garantiu a liderança do grupo A, e já está pensando no próximo adversário nas quartas de final. Já a equipe boliviana terminou na vice-liderança, no mesmo grupo, e também está classificada para a próxima fase.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Antes mesmo de a bola rolar, as duas seleções já estavam classificadas para as quartas de final da Copa América, pois no jogo do mesmo grupo, antes dessa partida, o Equador já havia vencido os mexicanos por 2x1. Agora tanto o Chile quanto a Bolívia esperam a definição de seus próximos adversários.

A Copa América de 2015, no Chile, aos poucos vai engrenando, e se aproximando o final da fase classificatória, cada jogo ganha um ar de decisão, e devido a isso, o nível de competitividade vem aumentando nas disputas.

Mas apesar do equilíbrio entre todas as equipes participantes, algum favorito à conquista vem se destacando, como são os casos do Chile e da Argentina.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo