Conheça os equipamentos usados pelos pilotos da F-1

Os equipamentos usados pelos astros da categoria têm um papel muito importante, que é o de salvar suas vidas. E não é somente isso, pois até os acessórios utilizados tendem a causar ganhos de alguns décimos de segundo.

No começo do automobilismo, o macacão servia apenas para evitar que as roupas manchassem com óleo. Eram confeccionados com algodão e não tinha nenhum tratamento para torná-los mais leves e nem o capacete era usado.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Curiosidades

Atualmente, os macacões de Nomex têm de duas a quatro camadas, e a temperatura interna é controlada. Para serem utilizados não somente pelos pilotos, mas também pelos mecânicos, eles são lavados e secados 15 vezes e posteriormente são submetidos a testes com 600 a 800ºC.

A temperatura interna do macacão não pode ultrapassar 41ºC, temperatura avaliada como crítica para o ser humano. Um piloto de corrida usa em média 16 macacões por ano.

Capacete

O capacete é um componente de segurança que foi modificado depois que Felipe Massa foi acertado por uma mola na classificação do Grande Prêmio da Hungria em 2009. Depois disto, os capacetes receberam uma camada de um material chamado Zylon, colocado entre o visor e a parte de cima do capacete. Os capacetes precisam ser muito leves, pesando aproximadamente cerca de 1,250kg e também muito resistentes. São compostos de fibra de carbono e diversas camadas de Kevlar, tecido usado em roupas à prova de bala. A viseira é composta de policarbontato, e tem camadas, que quando estão sujas são removidas pelo piloto durante a corrida.

Os melhores vídeos do dia

Valores

Ter toda essa tecnologia a sua disposição não sai barato. Na Fórmula 1, os pilotos têm contratos com suas marcas favoritas, que acabam recebendo em troca o espaço de publicidade nos macacões e capacetes. Mas para poder ter em mãos os equipamentos usados pelos pilotos de verdade, vai ser preciso tirar do bolsa aproximadamente R$ 9.000, pois o preço do macacão gira em torna de R$ 6.200, as roupas usadas por baixo dele R$ 860, a bota R$ 1.330, R$ 300 pelas luvas, a balaclava R$ 185 e mais R$ 100 pelas meias. E ainda tem o capacete padrão da Formula 1 que custa em torno de R$ 40.000 a R$ 50.000.