Mesmo sem a facilidade das rodadas anteriores, o suíço Roger Federer venceu neste sábado (4) o australiano Sam Groth, 68° do ranking da ATP, pela terceira fase de Wimbledon, com parciais de 6/4 6/4 6/7 (5) 6/2. Pela primeira vez no torneio, o cabeça de chave número 2 perdeu um set. Ele encara agora o espanhol Roberto Bautista Agut pelas oitavas de final.

A vitória ampliou o retrospecto favorável que Federer mantém contra tenistas australianos em Grand Slams. A última derrota do suíço para um jogador da Austrália em um dos quatro maiores torneios foi justamente em sua estreia nos Majors, contra Patrick Rafter, em 1999.

Por outro lado, o confronto frente ao australiano Sam Groth, de 1,93m, foi apenas o segundo na carreira de ambos os tenistas. Antes, eles haviam se enfrentado no US Open de 2014, ocasião na qual Federer venceu por triplo 6/4. Ainda sobre estatísticas, o número 2 do mundo alcançou com a vitória de hoje o 75° triunfo em 84 jogos disputados em Wimbledon, onde é heptacampeão.

Mas teve que suar. No primeiro set, Federer conseguiu encaixar boas devoluções sobre o potente saque de Groth, o que bastou para conquistar uma simples quebra e fechar a parcial em 6/4. O panorama de jogo se repetiu no segundo set e, com outra quebra, Federer abriu vantagem e garantiu novo 6/4, abrindo dois sets a zero.

No terceiro set, Groth conseguiu conquistar mais pontos através do seu serviço e dificultou as devoluções do oponente.

Os melhores vídeos do dia

Federer, contudo, pouco foi ameaçado em seu saque e, desta forma, a parcial se encaminhou para a definição no tie-break. No desempate, uma dupla falta do suíço deu vantagem a Groth, que mais uma vez aproveitou o seu saque para fechar o set e diminuir a distância no placar.

Pela primeira vez em 2015, Roger Federer perdia um set em Wimbledon. Mas a esperança do australiano durou pouco. No quarto set, teve seu saque logo quebrado e Federer, já em vantagem na parcial, o quebrou de novo no oitavo game e teve a tranquilidade em fechar em 6/2. Após 2h16min de partida, Federer segue firme na busca pelo oitavo título na grama sagrada do All England Club. #Tênis #Wimbledon 2015