Corinthians apresenta nessa sexta-feira, 8, dois reforços vindos do clube paulista Bragantino. Um é goleiro, Douglas, e o outro é o meia-atacante Alan Mineiro. Os jogadores apresentados deram entrevista coletiva à imprensa no CT do clube afirmando que estão preparados para suprir as perdas de Jadson, Renato Augusto, Wagner Love e a possível saída do goleiro Cássio para o Basiktas, da Turquia. Alan ainda citou o companheiro de equipe Marlone, que também chega para reforçar o time.

Publicidade
Publicidade

“A gente chega do Bragantino para suprir as necessidades do clube, sabemos que os atletas que saíram e que estão prestes para sair, fizeram história e foram muito importantes para o elenco. Mas o torcedor pode ficar tranquilo, nós e outros reforços vamos suprir as necessidades do Corinthians.” Disse Alan Mineiro na entrevista coletiva dessa manhã.

“Eu estou seguindo o meu dia após dia, já passei pelo primeiro treino aqui no Corinthians e ainda não há nada definido.

Publicidade

Inclusive o goleiro Cássio também participou do treinamento, a única coisa que posso afirmar para vocês é que estou pronto para servir ao time, e quando eu for chamado tenham a certeza que vou atender. O futuro a Deus pertence.” Relevou o goleiro Douglas.

O desmanche corinthiano

Wagner Love foi comprado pelo Monaco da França por 1 milhão de euros recentemente, fato que rendeu aos torcedores bastante surpresa.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

Após isso, ficou a lacuna na cabeça dos corinthianos: “E agora, quem vai ser o nosso centroavante?” O fato é que também o seu outro principal atleta, Elias, está prestes a ser vendido também, dessa vez para o Hebei China Fortune, clube chinês que trouxe representantes ao Brasil para tentar levar alguns craques do Timão.

De acordo com o superintendente Andrés, o Corinthians precisa passar o ano bem, financeiramente.

Porque ano passado, mesmo que tenha conquistado o Brasileirão, a equipe ainda sofreu para pagar as suas dívidas, e será difícil de recusar algumas propostas milionárias vindas de clubes estrangeiros. Segundo o dirigente, o clube não quer mais passar pelas dificuldades de 2015.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo