Roger Federer está com a confiança em alta. Aos 34 anos, o suíço segue perseguindo o seu 18° título de torneios Grand Slams, e mantém a chance de obtê-lo no Aberto da Austrália. Na madrugada desta terça-feira (26), ele atropelou o tcheco Tomas Berdych por 7/6 (4) 6/2 6/4 e garantiu vaga na semifinal do torneio. E nem mesmo a proximidade de novo duelo com o número 1 do mundo Novak Djokovic, seu próximo adversário, tirou o seu ânimo.

"A busca por mais um título de Grand Slam é boa parte da razão que me motiva a seguir jogando.

Publicidade
Publicidade

Me sinto ainda competindo em alto nível e percebo que posso vencer qualquer tenista do circuito", disse Federer.

A fase, de fato, tem sido boa. Com mais esse resultado, o suíço, tetracampeão na Austrália (2004, 2006, 2007 e 2010), chega à terceira semifinal seguida em Grand Slams, que são os quatro maiores torneios do calendário do Tênis. Nas duas últimas, só foi parado na final por Djokovic, nas decisões de Wimbledon e US Open, na temporada passada.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Tênis

"Acredito que nesses três últimos campeonatos consegui jogar de forma competitiva assim como fazia no passado. Estou bem, atuando em bom nível e me divertindo durante os jogos. E realmente me agrada poder subir mais à rede. Estou gostando", reforçou o suíço.

Reta final

O primeiro Grand Slam de tênis do ano vai se aproximando de sua reta final. Na disputa da chave masculina, já há uma semifinal decidida, justamente entre Roger Federer e Novak Djokovic, que, sem sustos, bateu também na madrugada desta terça o japonês Kei Nishikori, por três sets a zero, com parciais de 6/3 6/2 6/4. 

Na outra parte da chave, as definições ocorrem na madrugada desta terça para quarta-feira, no horário de Brasília.

Publicidade

Primeiro, o cabeça de chave número 2 do torneio Andy Murray mede forças contra o sempre valente espanhol David Ferrer. No jogo de fundo, promessa de grande confronto entre o showman francês, Gael Monfils, e o sólido canadense Milos Raonic, que na fase anterior venceu o suíço Stan Wawrinka, campeão na Austrália na temporada de 2014.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo