Pouca coisa, mas ainda falta. Número 1 absoluto do ranking da ATP, o sérvio Novak Djokovic tem desafios pendentes a serem batidos para, enfim, tornar-se um grande campeão e cravar de vez o seu nome na história do esporte. De forma resumida, listamos abaixo quatro alvos que ainda persistem na carreira de Nole.

Título de Roland Garros

É o único troféu de Grand Slam que não está presente em seu espaçoso armário.

Publicidade
Publicidade

Em 2015, Novak teve uma chance de ouro ao eliminar Rafael Nadal nas quartas e ir à decisão contra Stan Wawrinka, mas o título escapou. No saibro de Paris, Djokovic acumula três vices: 2012, 2014 e 2015.

Conquistar o “Grand Slam”

Desafio para poucos, ou seja, desafio para Djokovic. O tenista conquista o “Grand Slam” quando vence os quatro maiores torneios (Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open) na mesma temporada.

Publicidade

Djoko bateu na trave em 2011 e 2015, quando, nas duas ocasiões, ficou apenas sem Roland Garros.

Ouro olímpico

A medalha de ouro inédita para o sérvio poderá ser conquistada no Brasil, na disputa dos Jogos Olímpicos de 2016, marcado para agosto no Rio de Janeiro. Djokovic foi bronze em Pequim, na China, em 2008, e ficou no quarto lugar em Londres, 2012.

Título em Cinicinnati

O número 1 do mundo persegue esse título há bastante tempo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Tênis

Quando vencer o torneio americano, será o primeiro tenista a ter conquistado todos os nove campeonatos da série Masters 1000.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo