A Sociedade Esportiva Palmeiras, campeã da Copa do Brasil 2015, já sabe quem serão seus adversários na tentativa de conquistar a Copa Libertadores da América pela segunda vez, e um deles é um dos mais tradicionais clubes do torneio: o uruguaio Nacional de Montevidéu, tricampeão da américa e da Copa Intercontinental nos anos de 1971, 1980 e 1988.

O Club Nacional de Football pode ser considerado um dos clubes mais tradicionais da Copa Libertadores da América, detém o recorde de mais jogos no torneio, tendo disputado 349 partidas, vencido 150, empatado 91 e em 108 oportunidades saiu derrotado.

O clube além de ser um dos recordistas com 43 participações na Libertadores, nesta edição alcança um novo recorde, esta será a 20ª participação consecutiva do Nacional no torneio mais importante das Américas. Além dos 3 títulos já listados, o Nacional foi vice-campeão da competição nas edições de 1964, 1967 e 1969.

Apesar de todos os números, as últimas 19 participações consecutivas do Nacional não foram nada produtivas, a melhor colocação conseguida foi a semifinal da edição 2009 (após derrotar o Palmeiras nas quartas de final).

Na última participação, em 2015, o Nacional sequer chegou a fase de grupos, foi eliminado na primeira fase pelo nada tradicional Palestino do Chile, que disputava apenas sua 4ª Copa Libertadores da América.

Palmeiras e Nacional já se encontraram em 3 edições do torneio, o primeiro encontro aconteceu em 1971, ano do primeiro título continental do Nacional e os confrontos foram pela segunda fase da competição.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

O Palmeiras foi derrotado nos dois jogos, o primeiro no Pacaembu por 3 a 0, e o segundo disputado no estádio Centenário em Montevidéu por 3 a 1. Dois anos depois, em 1973, Palmeiras e Nacional se encontraram pela primeira fase do torneio, empate por1 a 1 no primeiro jogo que aconteceu no Palestra Itália, e na segunda partida vitória palmeirensepor 2 a 1 no estádio Centenário.

O último encontro entre as duas equipes aconteceu nas quartas de final da Copa Libertadores da América de 2009, e quem acabou levando a melhor foi o Nacional.

O primeiro jogo aconteceu no Palestra Itália, e o Palmeiras até saiu na frente com gol de Diego Souza, mas acabou cedendo o empate aos 35 minutos do segundo tempo. No jogo de volta o Nacional segurou o ímpeto palmeirenseno estádio Centenário, e um 0 a 0, acabou com o sonho do bicampeonato palmeirense.

Na história do torneio o Palmeiras enfrentou apenas 2 equipes uruguaias, o Nacional e seu maior rival Peñarol.

Contra o Nacional foram 6 partidas disputadas, e o Palmeiras conseguiu apenas 1 vitória, sendo derrotado em 2 oportunidades e empatado em 3 jogos. Já contra o Peñarol foram disputadas 8 partidas, destas, 5 terminaram com vitória do Palmeiras, 2 foram as vitórias do Peñarol e em apenas 1 jogo houve empate. Em compensação, o Palmeiras perdeu a final da segunda edição do torneio, em 1961, para o Peñarol.

Em 1968 deu o troco nos uruguaios vencendo a semifinal, mas acabou derrotado pelo Estudiantes de La Plata na final.

Veja também os adversários do São Paulo Futebol Clube e do Sport Club Corinthians Paulista.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo