O Palmeiras pode ter que voltar ao Pacaembu para enfrentar o Corinthians, na 14ª rodada do Campeonato Paulista. O jogo, previamente marcado para 3 de abril, ainda não tem local definido. 

Paulo Nobre, presidente do Alviverde, declarou que jogar fora dos seus domínios será uma verdadeira 'infelicidade' para o Futebol. Quatro dias após o clássico, a banda ColdPlay vai se apresentar. O mandatário palmeirense entende que não haverá tempo hábil para recuperação do gramado e retirada da estrutura do show. 

Já a construtora WTorre, responsável pela construção da arena, emitiu nota momentos depois da declaração do palmeirense, desmentindo a informação.

A empresa publicou que fará todos os esforços para que o Palmeiras atue em sua casa e enfrente o Corinthians na presença de seus torcedores. 

A nota também confirmava que shows no estádio é uma forma de recuperar o grande investimento que foi aplicado na construção de uma das maiores e mais modernas arenas do mundo. 

Quatro apresentações já estão marcadas para 2016. Maroon 5, dias 17 e 19 de março, Iron Maiden, 26 de março, e o ColdPlay, em 7 de abril.

Palmeiras e WTorre seguem com disputa na Câmara de Arbitragem da Fundação Getúlio Vargas. O clube exige 100% das cadeiras, enquanto a construtora quer conceder apenas 10%. 

Impasse

Após o show do Paul McCartney, no ano passado, a construtora repassou apenas R$ 45 mil para o Palmeiras. O clube, por sua vez, contestou o valor e exigiu mais. Segundo cláusula contratual, o Alviverde teria que receber 5% de qualquer show realizado no estádio.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Essa porcentagem aumenta gradativamente com o passar dos anos. 

Troca do gramado

O Allianz Parque está passando por transformação. O gramado está sendo totalmente trocado para sustentar shows e futebol durante o ano. Em 2015, a WTorre e a World Sports, empresa que administra a grama, foram bastante criticados por Alexandre Mattos, executivo de futebol do Palmeiras. Antes de partida pelo 'Brasileiro', o executivo contestou bastante a qualidade e afirmou ser 'uma verdadeira vergonha' jogar com o gramado da forma que estava.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo