Caso se confirme no relatório do juiz que Bruno de Carvalho chamou aos árbitros de corruptos no último jogo do Sporting contra o Tondela, o presidente de um dos maiores clubes portugueses enfrenta um castigo que pode muito bem chegar aos dois anos, algo que poderia obrigar Bruno de Carvalho a ceder seu lugar. Como afirma o site “Sapo Desporto”, os regulamentos da Liga portuguesa são claros e, caso haja uma “lesão de honra e da reputação” feita por um dirigente a outros agentes do jogo a pena pode ir de dois meses a dois anos, caso haja reincidência desse comportamento, algo que se verifica no caso de Bruno de Carvalho.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

“Vocês são uns corruptos”, teria sido essa frase, que representa uma grave acusação, especialmente a um juiz profissional, que levou à expulsão do banco de reservas do presidente do Sporting, atual líder do campeonato português.

Contudo, não satisfeito com a acusação, após o jogo contra o Tondela, Bruno de Carvalho voltou a atacar a arbitragem portuguesa, não manifestando publicamente nenhum arrependimento por aquilo que disse.

Ora, como o comportamento violento e desrespeitoso do presidente leonino tem se multiplicado nos últimos meses, tendo recentemente já recebido uma punição da Liga portuguesa, essa “lesão da reputação” dos juízes da partida pode significar o afastamento definitivo do presidente do Sporting aos gramados de qualquer estádio português por um período que se pode alagar até aos dois anos, como garante o site “Sapo Desporto”, que consultou artigo 136 do Regulamento Disciplinar da Liga portuguesa para justificar essa hipótese bem real.

Em um momento em que o Sporting está deixando escapar toda sua vantagem pontual em relação ao seu grande rival Benfica, o comportamento de Bruno de Carvalho tem apenas piorado a situação importante e crucial que o clube enfrenta.

Os melhores vídeos do dia

Caso não peça rapidamente desculpas pelos seus atos publicamente, Bruno de Carvalho vai ter que enfrentar fortes acusações por parte do juiz e da Liga portuguesa que pode fazer com que o presidente do Sporting fique afastado do Futebol por um longo período de tempo, forçando mesmo a saída do presidente da liderança do Sporting.