Muita adrenalina com a modalidade que mudou o calendário esportivo de Santos, o Downhill Urbano. Modalidade vinda do Montain bike, que vem sendo uma arte no que se diz velocidade em duas rodas ou seja em uma bicicleta especial com amortecedores e um ciclista bom de reflexos, esses profissionais fazem da descida das escadarias do morro do Pacheco uma atração que deixa todos admirados com tanta habilidade. A 14° edição da modalidade acontece entre sexta-feira (12) e dia 14 de fevereiro na cidade de Santos – SP.

Desafio e aventura

São cerca de 514 degraus morro abaixo onde os atletas deverão correr a uma velocidade equivalente a 70 km/h. Nesta edição de 2016, a competição conta com 90 atletas, sendo que 10 deles são de fora do país, entre eles o atual campeão Filip Polc, atleta da Eslováquia, considerado o Rei da modalidade.

Preparação

Esta etapa, apesar de ter profissionais de peso, não terá validade para o Ranking Mundial, que é chamado de City Downhill Tour. As etapas mundiais acontecerão noChile, ainda este ano, e será onde boa parte dos atletas que participarão da modalidade em Santos deverão ir para o tradicional campeonato desta modalidade.

Melhorias

Para os moradores do morro, ter uma modalidade esportiva como esta trás mais perspectivas de investimentos e mais atenção aos valores da região que foi, por exemplo, revitalizada, uma melhoria a fim de condicionar as vias de acesso do evento e também bom para quem mora no morro.

História

Em meados de 1970, surgiu a ideia de ciclistas Hipies da Califórnia que estavam cansados dos passeios normais de bicicletas. Eles resolveram descer ladeira a baixo fazendo algumas disputas e dando assim o inicio da modalidade Montain Bike.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Turismo

A primeira vez que a modalidade foi realizada em Santos foi no ano de 2003 nas escadarias do Monte Serrat, foi um grande evento. Desde então, foi dado seguimento, que cresce a cada ano. Já que não há caminhos montanhosos, usa-se as escadas como um desafio dessa aventura, que é pura adrenalina. Foi assim que os organizadores enxergaram a competição, nas montanhas não há muito público, já no morro a plateia vibra mais, já que os atletas passem quase que voando próximo a seus quintais.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo