O sonho do Corinthians de repetir a conquista de 2012 passará de novo pelo estádio Defensores del Chaco em Assunção no Paraguai, onde foi derrotado de maneira vexatória em 2015 pelo Guaraní por 2 a 0.

Daquele time derrotado, apenas três titulares deverão iniciar a partida desta quarta-feira (09), às 19:30 horas diante do Cerro Porteño: Cássio, Fagner e Felipe. Aliás, vale lembrar que na derrota diante do Guaraní no Paraguai na casa dos rivais, os dois gols saíram de falhas individuais - Felipe no primeiro, e Cássio no segundo.

Mas apesar de um passado recente assombroso, com a eliminação “precoce” nas oitavas de finais em 2015, um passado mais remoto traz bons presságios aos corintianos, principalmente frente ao rival desta noite. Há 17 anos, o mesmo Cerro Porteño sofria uma goleada impiedosa do Corinthians no Pacaembu por 8 a 2, em noite iluminada de Fernando Baiano, lembram dele, que fez 5 gols naquele jogo.

Aquele confronto também valia pela primeira fase da Libertadores de 1999, muito embora no jogo de volta o Timão tenha perdido por 3 a 0 em Assunção.

Inclusive, em quatro confrontos até hoje na história entre as duas equipes, esta foi a única vitória dos paraguaios, sendo três vitórias dos brasileiros.

Ao todo, para quem gosta de estatísticas, o Corinthians tem excelente retrospecto contra os vizinhos paraguaios. Em dez partidas, são oito vitórias, um empate e apenas uma derrota, justamente esta para o Cerro Porteño. Aproveitamento de 83,3%.

Por fim, estatísticas e favoritismo antes de a bola rolar não ganham jogo. Tem que ser melhor durante os 90 minutos para manter a soberania contra os paraguaios e o sonho do bicampeonato continental.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

O time

Após a derrota no clássico para o Santos, os meias Rodriguinho, Giovanni Augusto e Guilherme devem voltar à equipe titular. Tite comandou ontem o último treino em campo e a tendência é de que o time seja formado por: Cássio, Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Guilherme e Lucca; André.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo