Anúncio
Anúncio

O maestro Roger Federer, vencedor de 17 Grand Slams, estará de volta às quadras nesta semana no aberto de Miami nos Estados Unidos. Após ser submetido a uma cirurgia no joelho e ficar dois meses afastado das quadras, o suíço, atual número 3 do ranking, anunciou seu retorno ao circuito.

Federer não joga desde a semifinal do Aberto da Austrália em 28 de janeiro, quando foi derrotado por Novak Djokovic.

A confirmação de sua volta foi dada por seu agente, Tony Godsick, e recebida com grande alegria pela organização do torneio. Inicialmente, Roger tinha uma programação de retornar para a disputa dos torneios de Roterdã e Dubai, além de Indian Wells que se encerrou neste domingo, mas não foi possível.

Anúncio

Assim, ele disputará o Masters 1000 de Miami além de incluir em sua agenda o torneio de Monte Carlo em abril, no saibro, torneio que não estava previsto em seu calendário de 2016.

Embora Federer não tenha conseguido cumprir seu cronograma pós-cirúrgico, ele conseguiu adiantar a previsão de retorno, que era para o final de maio, onde voltaria apenas para o Grand Slam francês de Roland Garros.

Vale mencionar que o suíço já venceu o torneio de Miami em duas oportunidades (2005 e 2006). Em 2014 ele foi eliminado nas quartas de final e em 2015 não participou.

Com a confirmação da participação de Roger Federer também no Masters 1000 de Monte Carlo, serão nove entre os top 10 do Ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Estará ausente apenas o japonês Kei Nishikori, atual número 6 do ranking.

Federer nunca foi campeão em Monte Carlo. Ele disputou quatro finais, e perdeu três para o espanhol Rafael Nadal e uma para seu compatriota Stan Wawrinka.  

O veterano jogador de 34 anos voltará a desfilar seu Tênis clássico para os amantes da bolinha amarela.

O Brasil no Masters 1000 de Miami

Também teremos brasileiro nas quadras de Miami. No simples masculino, Rogério Dutra Silva, João Souza, o Feijão, e Thomaz Belucci lutarão por vitórias. No feminino, Teliana Pereira. Nas duplas, Marcelo Melo, Bruno Soares e André Sá tentarão manter as duplas do Brasil no topo.Masters 1000de Miami

E hoje já temos programação de jogos para os brasileiros: na quadra 9, o brasileiro João Souza (239 do ranking) enfrenta o francês Kenny De Shepper (140 do ranking).

Anúncio

Na quadra 5 Rogerinho Dutra Silva (104 do ranking) enfrenta Ryan Shane dos Estados Unidos (707 do ranking).