Considerada uma prova de alta exigência técnica e que demanda muita concentração, o ciclismo indoor sofreu um baque às vésperas da realização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Segundo os organizadores da Rio 2016, a obra não ficará pronta dentro do prazo estipulado para a realização dos eventos-testes - específicos para avaliar a qualidade da estrutura -, agendados para acontecer entre os dias 30 de abril e 1º de maio. 

Outras modalidades já passaram por situações semelhantes durante a preparação para as Olimpíadas, mas o caso do velódromo provavelmente promoverá uma longa lista de queixas de atletas e dirigentes, quanto ao fato de o Brasil estar atrasado em relação ao cronograma apresentado ao Comitê Olímpico Internacional (COI).

Publicidade
Publicidade

A pista que abrigará as provas precisará de cerca de mais um mês para ser entregue e, desta forma, a pista só será testada de maneira não oficial, com treinamentos e outras atividades que não propiciam as condições ideais de avaliação da estrutura. Apesar dos problemas para a realização das obras, os organizadores do evento demonstram otimismo com o andamento dos trabalhos realizados até o momento no Rio de Janeiro.

Publicidade

Mario Andrada, diretor-executivo de comunicação do Comitê Rio 2016, minimizou o problemas, e acredita que a falta de oportunidade da realização de um evento teste não será um obstáculo para a realização das provas no velódromo. "O teste do ciclismo de pista foi cancelado e será substituído por uma oportunidade de treinamento de 25 de junho a 27 de junho", assegurou o dirigente em comunicado divulgado para jornalistas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

O diretor-executivo afirmou que o contratempo se deu por um imprevisto em relação ao material que foi importado da Sibéria. A umidade do Rio de Janeiro teria causado alguns danos na madeira utilizada para construir a pista, o que gerou o atraso para a recuperar os danos causados. "Estamos 120 por cento confiantes de que (a pista) estará pronta para a Olimpíada", prosseguiu Mario Andrada. Os Jogos Olímpicos acontecem entre os dias 5 e 21 de agosto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo