Na tarde desta terça-feira (5), em partida de ida pelas quartas de final da Champions League, o Barcelona derrotou o Atlético de Madrid de virada por 2 a 1. Fernando Torres marcou para os visitantes, mas foi expulso. Na etapa final, Suárez marcou duas vezes para o Barça e deu a vitória para os catalães.

Publicidade
Publicidade

  

Curiosidade

Por determinação da UEFA, as duas equipes atuaram na partida de hoje com seus uniformes chamados reservas. A explicação da entidade é de que os uniformes principais das duas equipes são muito parecidos e atrapalhariam as transmissões de TV. Na partida de volta os dois times repetirão os uniformes.  

O jogo

O começo do jogo foi bastante disputado. O Barcelona tentando mostrar sua força com o trio MSN (Messi, Suárez e Neymar) e o Atlético de Madrid por sua vez procurando marcar a saída de jogo do Barça.

Atlético de Madri sai na frente mas sofre virada do Barça
Atlético de Madri sai na frente mas sofre virada do Barça

Aos 20 minutos, Daniel Alves alçou bola na cabeça de Neymar, que cabeceou por cima do gol de Oblak. Aos 24, a resposta do Atlético. Griezmann recebeu passe e puxou para a esquerda, chutou rasteiro e a bola passou com grande perigo rente a trave de Ter Stegen.

Para quem achava que os “Colchoneros” ficariam se defendendo e apenas buscando o contra-ataque, o engano foi grande. Aos poucos iam saindo para o jogo e encontrando espaços. Aos 25 minutos, Koke deu uma assistência perfeita na entrada da área para Fernando Torres, que tem faro de gol e não desperdiçou.

Publicidade

1 a 0 para o time da capital.

Aos 35, Torres passou de herói a vilão. Nova falta cometida, segundo cartão, expulsão. Apesar da superioridade numérica, foi um Barcelona sem inspiração na primeira etapa.

Na volta do intervalo, em 5 minutos, quase um gol de bicicleta de Messi e um chute de Neymar no travessão. O sufoco era enorme e o gigante Barcelona havia acordado. Apesar do bom sistema defensivo de Simeone, a pressão era enorme.

E, aos 18 minutos, não teve jeito.

Bola cruzada da direita, Alba bateu para o meio da pequena área e Suárez desviou para o fundo da rede. O Barcelona tinha amplo domínio do jogo.

Aos 30, após bela troca de passes iniciada com Messi e Suárez, Daniel Alves devolveu na área para o uruguaio cabecear e fuzilar Oblak. Virada na Catalunha.

Simeone tentou montar o time para não sofrer mais gols e tornar o confronto impossível de ser revertido. Foi impossível segurar o Barcelona com um jogador a mais por mais de uma hora de jogo.

Publicidade

Aos 40 minutos, Messi fez grande jogada individual, invadiu a área, mas foi desarmado na hora do chute. Não foi desta vez que o argentino marcou seu gol de número 500 na carreira.

FICHA TÉCNICA

BARCELONA 2 x 1 ATLÉTICO DE MADRI

Quartas de Final – Jogo de Ida Champions League

Data: 05.04.2016 as 15:45 hs (Horário de Brasília)

Estádio: Camp Nou (Barcelona-Espanha)

Árbitro: Felix Brych (Alemanha)

Assistentes: Mark Borsch e Stefan Lupp (Alemanha)

Gols: Suárez 18’, 30’ do 2º tempo (Barcelona); Fernando Torres 25’ do 1º tempo (Atlético de Madri)

Cartões amarelos: Busquets, Mascherano (Barcelona) Fernando Torres, Koke, Filipe Luís, Griezmann, Lucas Hernandez, Oblak, Augusto Fernández (Atlético de Madri)

Cartão vermelho: Fernando Torres (Atlético de Madri)

Barcelona: Ter Stegen, Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Rakitic (Rafinha), Busquets (Sergi Roberto) e Iniesta (Arda Turan); Messi, Neymar e Suárez.

Publicidade

Treinador: Luis Enrique.

Atlético de Madri: Oblak, Juanfran, Lucas Hernandez, Godín e Filipe Luís; Saul Níguez (Ángel Correa), Gabi Fernández, Koke e Griezmann (Partey), Ferreira-Carrasco (Augusto Fernández) e Fernando Torres. Treinador: Diego Simeone.

 

Leia tudo