O final da terça-feira foi bastante movimentado no Palmeiras. Conforme adiantado pelo site "Blasting News", os próximos dias serão de muitas novidades na Academia de Futebol do alviverde paulista. 

O meia Robinho e o lateral Lucas foram envolvidos em uma troca com o Cruzeiro. Fabrício e Fabiano vão defender o Palmeiras em 2016. Pelo visto, o acordo ocorreu de maneira rápida e tranquila, sob a tutela do técnico Cuca. Não era novidade dentro do Palmeiras que o treinador não gostou do desempenho de ambos.

Publicidade
Publicidade

Sem muito tempo para mais análises, a saída encontrada foi a troca. 

Mais um para o Criciúma

Quando fechou com Róger Guedes, do Criciúma, o Palmeiras prometeu enviar cinco jogadores para o time de Santa Catarina até o final de 2018. Lucas Taylor e Gabriel Leite, ambos revelados na base, já viajaram e devem se apresentar. A novidade nesta quarta-feira foi o anúncio da saída de Nathan. O jovem zagueiro não teria mais oportunidade com Cuca e resolveu aceitar jogar por outra equipe.

Publicidade

Ainda faltam mais dois atletas que devem ser estudados pela diretoria palmeirense. 

Fellype Gabriel não veste mais a camisa do Palmeiras

Outro jogador que esgotou a paciência da diretoria e comissão técnica foi Fellype Gabriel. O meio-campista foi um pedido do ex-técnico Oswaldo de Oliveira e, pasmem, jogou apenas 20 minutos. A "aparição" do atleta aconteceu no jogo contra o Vasco, pelo returno do Brasileiro 2015. De lá para cá foram diversas lesões: lombar, tornozelo, joelho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Não deu para dar novas oportunidades por conta das condições físicas. 

De acordo com a nota que o Palmeiras emitiu, a negociação foi bastante amigável e tranquila. 

Vem mais mudanças

Leandro Almeida deve ser o próximo que deve deixar o clube. O Palmeiras, que inscreveu o jogador na Libertadores, ainda estuda algumas propostas que foram recebidas. O volante Gabriel, solução palmeirense em 2015, também não deve permanecer. O Monte Azul, time que é dono da maior parte de seus direitos federativos, pediu muito dinheiro para concluir a negociação, segundo visão de Alexandre Mattos, executivo de futebol. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo