Campeão por duas vezes na China comandando o Shandong Luneng, clube no qual permaneceu por dois anos, o técnico Cuca confirmou que recebeu sondagens de outro time asiático, também chinês, e não descarta voltar ao Futebol daquele país.

O contrato do professor palmeirense vence em dezembro de 2016, mesmo mês em que se encerrará a gestão Paulo Nobre, em seu segundo mandato à frente da presidência do Palmeiras.

Cuca diz que transições em comandos de clubes costumam ser confusas no período de candidaturas e eleições e que esse fator poderia dificultar sua permanência no Palmeiras.

Discursando como se estivesse certo da sua não permanência na Academia de Futebol, o técnico diz que seu sucessor vai encontrar um elenco enxuto e já formado, sem ter de se preocupar com esse tipo de missão no comando do Palmeiras, dizendo torcer para que o profissional que ocupar sua vaga tenha as mesmas particularidades que ele possui para que o torcedor palmeirense não sofra com deslizes na continuidade do trabalho, por ele, implementado.

Ao deixar o Shandong Luneng, Cuca teve de aceitar a imposição dos chineses, prevista em cláusula de sua recisão contratual, que o proibiu de dirigir qualquer clube do país nesta temporada. Assim, para 2017, o palmeirense estaria autorizado a aceitar oferta de clube concorrente do Shandong ou, até mesmo, do próprio time.

Sobre o tempo em que permaneceu no país asiático, Cuca disse que a adaptação só foi satisfatória dentro de campo pois teve muitas dificuldades fora dele, especialmente com as reclamações de sua família, que não se acostumou com o novo país e suas culturas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

No Palmeiras, Cuca chegou no dia 12 de março para substituir Marcelo Oliveira, demitido três dias antes após a derrota para o time do Nacional-URU, em pleno Allianz Parque, pela terceira rodada da Copa Libertadores da América.

O início do treinador à frente da equipe palmeirense foi fatídico. O Palmeiras continuou revelando as mesmas deficiências que apresentara no comando de Oliveira e acabou eliminado da Libertadores pelo Nacional-URU, em Montevidéu, na primeira partida comandada por Cuca.

No Campeonato Paulista, os erros perduraram custando, inclusive, a vexatória derrota por 4 a 1 para o time do Água Santa, de Diadema. Apesar disso, o Verdão seguiu até a semifinal do estadual quando acabou sendo eliminado pelo Santos, que se sagrou Campeão Paulista 2016 após derrotar o Audax, na final, no dia 8 de maio.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras estreou aplicando uma sonora goleada no Clube Atlético Paranaense, na Arena Allianz Parque, no dia 14 de maio e segue na disputa enfrentando a Ponte Preta, pela segunda rodada do nacional, neste sábado (21), em Campinas, buscando sua oitava partida sem derrota.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo