Nesta quarta-feira (01), o Corinthians vai enfrentar o Santos em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, este jogo será o terceiro duelo do Timão em apenas 6 dias e já no próximo sábado irá enfrentar o Coritiba, sendo assim a quarta partida disputada em 10 dias. Com tantos jogos assim, o técnico Tite não conseguiu se segurar e criticou duramente a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Publicidade
Publicidade

O treinador já vem criticando há muito tempo as partidas que ocorrem às 11h da manhã, apelidando o horário de 'desumano'. Vale lembrar ainda que o técnico corintiano teve recentemente na CBF, lá criticou os jogos que acontecem seguidamente, como é no caso do Timão, que vai disputar 4 partidas em menos de 2 semanas.

Em entrevista, Tite pegou no pé da Confederação Brasileira de Futebol quanto aos direitos de transmissão, que são da Globo.

Publicidade

A Rede Globo por sua vez é quem fica responsável por elaborar a grade de programação, caso esse que irrita o comandante do clube de Parque São Jorge. Nesse bate papo com os jornalistas, ele ainda ressaltou que, na partida em Pernambuco contra o Sport, foi o médico alvinegro Ivan Grava que pediu aos árbitros para que houvesse a paralisação no duelo já no segundo tempo, pois os atletas estavam bastante desidratados devido ao forte calor na Ilha do Retiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Corinthians PaixãoPorFutebol

O treinador ainda não se calou na entrevista e chamou a CBF de irresponsável na frente do diretor Manoel Flores, já que todos que estavam presentes na reunião decidiram não jogar em menos de 3 dias, ou seja, 72 horas. Tite também cobrou ao órgão responsável que tire o poder da Globo e faça ela mesmo uma grade de programação dos jogos.

O técnico do Corinthians carrega um forte trauma desde 2004, pois foi o ano em que Serginho, do São Caetano, morreu dentro de campo, a partida era contra o São Paulo no Morumbi.

Após esse fato, o treinador olha com muita cautela e preocupação a situação em que os atletas se encontram. Agora, Tite torce para que nenhum problema grave volte a acontecer, pois, na sua opinião, será a CBF a responsável se isso acontecer. O técnico não vai parar de cobrar e pede a ajuda de todos os envolvidos a colaborar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo