Entregue, porém inacabado: essa é a realidade do estádio Engenhão, um dos que receberá os Jogos Olímpicos do Rio 2016. O Estádio Olímpico Nilton Santos, mais conhecido como Engenhão, está desde 2013 em processo de repetitivas obras de melhoria após a estrutura apresentar defeitos. Agora, prestes a receber modalidades das Olimpíadas, ainda não está 100%, mesmo assim foi entregue pela prefeitura do Rio de Janeiro para o Comitê Olímpico.

O estádio foi projetado para ser um dos ícones dos Jogos Pan-Americanos de 2007, realizado no Brasil, mas não correspondeu como se esperava. Poucos anos depois o estádio, que chegou a ser a casa do clube de Futebol Botafogo através de uma licitação, apresentou graves falhas na sua estrutura. A maior necessidade, segundo apontado em laudos da época, era de reforço na cobertura. Nesta sexta-feira (13), contudo, o estádio foi simbolicamente entregue para os Jogos Olímpicos, mesmo diferente do que fora projetado pelo Comitê Olímpico, conforme declarou o prefeito do Rio, Eduardo Paes, na cerimônia de entrega.

Com a reforma o estádio ganhou uma nova pista de atletismo, pintura, reforço na estrutura, aparelhos de ar-condicionado, melhorias na acessibilidade, entre outras, o total gasto com a reforma desde 2013 já ultrapassou R$ 100 milhões, sendo mais R$ 52 milhões gastos somente para os Jogos Olímpicos. Como evento-teste para os jogos, o estádio receberá neste final de semana o campeonato Ibero-Americano de Atletismo, que deve contar com um público máximo de três mil pessoas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

No próximo final de semana outro evento-teste será realizado no local, desta vez focando as Paralimpíadas.

Durante as Olimpíadas o estádio receberá além do atletismo mais oito partidas de futebol masculino e feminino. Apesar de ter sido entregue, o estádio seguirá com obras internas até agosto, quando iniciam os Jogos Rio 2016. Durante a cerimônia de entrega o prefeito do Rio assegurou que não há motivo para se preocupar com a estrutura que apresentava falhas.

"O problema foi resolvido", garantiu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo