Nesta quarta-feira, no estádio Santiago Bernabéu completamente lotado o Real Madrid venceu o Manchester City por 1 a 0 com gol contra de Fernando e se classificou para a final da Liga dos Campeões. O Real enfrentará seu rival Atlético de Madrid na final, que ocorrerá no dia 28 de maio no estádio San Siro, em Milão.

O jogo 

O Real foi superior durante todo o primeiro tempo. Jogando bem pelos lados de campo, não demorou muito para abrir o marcador do jogo.

Publicidade
Publicidade

Já o City,  perdeu o seu capitão Kompany nos minutos inicias por lesão, teve bastante dificuldade para criar jogadas ofensivas e pouco deu trabalho ao Real.

Aos 20 minutos, Carvajal fez boa jogada pela direita e na sequência tocou para Bale na área. O galês bateu forte cruzado, a bola desviou em Fernando e entrou no ângulo de Hart, que nada pode fazer. Aos 36 minutos, Kroos cobrou falta na área, Pepe desviou para o meio, e Sérgio Ramos completou para o gol.

Publicidade

Mas o árbitro marcou impedimento no lance. No final do primeiro tempo, De Bruyne encontrou Fernandinho na esquerda, de fora da área o volante do City arriscou o chute. A bola bateu no pé da trave de Navas, sendo esse o único lance de perigo do City.

No segundo tempo os ingleses precisando do empate tentaram pressionar nos minutos iniciais, mas quem teve boa chance foi o Real. Aos 6 minutos, Bale deixou Modric cara a cara com Hart, o croata finalizou para o gol.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Mas Hart fez grande defesa. Três minutos depois, Cavajal foi até a linha de fundo e cruzou na área, Cristiano Ronaldo  cabeceou firme. Mas Hart fez boa defesa novamente. Hart salvou o City novamente aos 16 minutos, Cristiano Ronaldo recebeu a bola na ponta direita e bateu forte e rasteiro no canto, mas o goleiro fez grande defesa.

Aos 19 minutos, Kroos cobrou escanteio na área, Bale desviou de cabeça na primeira trave, e a bola explodiu no travessão de Hart.

Nos minutos finais o City foi para o tudo ou nada, mas o maior lance de perigo foi com Aguero. O argentino  arriscou chute de longe, a bola passou rente ao travessão de Navas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo