Como na temporada de 2014, Real Madrid e Atlético de Madrid voltaram a se encontrar em uma decisão da Liga dos Campeões. E o resultado foi o mesmo, o Real venceu o Atlético nos pênaltis por 5 a 3, após empate por 1 a 1 no tempo normal, neste sábado, no Estádio San Siro. Os Merengues conquistaram a 11ª taça da Liga dos Campeões.

O jogo

Logo aos 6 minutos, Bale cobrou falta para o meio da área, Casemiro desviou e o goleiro Oblak fez grande defesa.

Publicidade
Publicidade

O Real abriu o placar aos 14 minutos, quando Kross cobrou falta para área, Bale desviou de cabeça e Sergio Ramos, em posição irregular, completou para a rede. O Atlético só conseguiu criar boa chance aos 33, quando Griezmann recebeu boa bola na entrada da área, e chutou dali mesmo, mas o goleiro Navas fez boa defesa. Aos 43 minutos, Griezmann, novamente, chutou da entrada da área, e a bola passou muito perto da trave.

Publicidade

No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Pepe derrubou Torres na área e o árbitro marcou pênalti equivocadamente para o Atlético. Griezmann bateu o pênalti forte, no centro do gol, mas a bola explodiu no travessão. Aos 14 minutos, após cruzamento para área, Saúl chutou de primeira, e a bola passou muito perto da trave de Navas. Dez minutos depois, Modric deu boa bola na direita para Benzema, que invadiu a área e bateu para o gol, mas Oblak fez grande defesa.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Aos 32, Bale fez boa jogada e tocou na área para Cristiano Ronaldo, que chutou e Oblak fez a defesa, no rebote, Bale driblou Oblak e chutou para Savic que salvou quase em cima da linha. No minuto seguinte, Juanfran recebeu boa bola na área e cruzou, na medida, para Carrasco, que completou para a rede, empatando o jogo, e levando a partida para prorrogação.

Na prorrogação o placar seguiu o mesmo, e a partida foi para a disputa de pênaltis.

Os jogadores que bateram os pênaltis, cobraram de forma perfeita, não dando chance para Oblak e Navas. Até que o quarto cobrador do Atlético, Juanfran, mandou a bola na trave, e coube a Cristiano Ronaldo deslocar Oblak e marcar o quinto pênalti do Real, conseguindo a vitória e o título.

 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo