O time que costuma "fazer os craques em casa". É assim o Flamengo, que tem a maior torcida de todo o Brasil. Hoje preparamos um top 10, dos ídolos que passaram e fizeram história por lá, da antiga a mais recente geração.

Zico

Arthur Antunes Coimbra, Zico ou Galinho, marcou 509 gols pelo clube. Ele foi um dos melhores atacantes do Brasil. Teve destaque mundial quando conquistou a Taça dos Libertadores da América e o campeonato Mundial de Clubes do Flamengo.

A estreia de Zico foi contra o maior rival do time, o Vasco, e apesar de não ter marcado gol, o time venceu por 2x1.

Júnior

O Leovegildo Lins da Gama Júnior, foi o recordista em número de jogos, com total de 876 partidas. Atuou como lateral esquerdo , meia volante e lateral direito. 

Romário

O baixinho, atual membro do Senado federal, fez 204 gol em 240 jogos pelo Rubro-Negro. Goleador, Invocado, Gênio, são alguns de suas descrições.

Dida

Dida foi destaque do segundo tri estadual do Flamengo (1953 a 1955). Edivaldo Alves de Santa Rosa, fez  264 gols e 357 jogos. Era o famoso camisa 10.

Adílio

Ele atuou ao lado de Zico e Andrade. Passou pelo Flamengo entre 1975 e 1987. Foi o terceiro jogador com maior número de jogos, 615 partidas.

Leônidas

Era conhecido como "Homem-Borracha" ou "Diamante Negro". Acertou 153 gols em 149 jogos, e ajudou imensamente o Flamengo a se tornar popular

Rondinelli

Graças ao seu gol de cabeça contra o Vasco, que a Geração de Ouro esplandeceu. Rondinelli era espetacular, não dava mole para os rivais.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Curiosidades

Era capaz de jogar até com o maxilar quebrado.

Raul

Esse era "o goleiro". Raul chegou ao time em 1978 e vestindo a camisa do Flamengo foi quatro vezes Campeão Carioca, em 1978, 1979 (Especial), 1979 e 1981.

Júlio César

Júlio César iniciou a carreira em 1997. Chegou ao clube com 11 anos de idade, sendo que, em 2001, era titular. Disputou 285 partidas, e ganhou destaque no Brasil e mundo

Bruno

De todos que já passaram pelo clube, como andam dizendo por aí, "esse é o que mata".

Se estamos  falando de quem fez história esse não poderia faltar. No auge da carreira, Bruno viu tudo desmoronar pelo envolvimento com a morte de Eliza Samúdio.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo