Convocada, a seleção brasileira de Futebol disputará no próximo mês a Copa América Centenário. Esta competição será um ótimo teste para o técnico Dunga observar a equipe que será escolhida para defender o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio2016, já que sete atletas com idade olímpica foram chamados. Mesmo não sendo o treinador do sonhos de nenhum brasileiro, Dunga tem uma enorme responsabilidade em mãos: conquistar o único título que o Brasil ainda não conquistou no futebol.

Publicidade
Publicidade

Para tal feito, a nação merecia ser representada por um comandante mais preparado, mas infelizmente isso fica a cargo da CBF.

Para o time olímpico, assim como no time principal, as principais esperanças brasileiras estão depositadas em Neymar, que não foi liberado pelo Barcelona para a disputa da Copa América. Além dele, Gabriel, atacante do Santos, também enche os olhos da torcida brasileira e pode ser uma esperança. A final será no grande palco do futebol nacional, o Maracanã, e a seleção pode ganhar uma nova oportunidade de disputar uma final no estádio, já que na Copa do Mundo de 2014 isso não foi possível.

Publicidade

O Brasil estreia no dia 4 de agosto, enfrentando a seleção da África do Sul no estádio Mané Garrincha. Os grupos do futebol masculino já foram definidos :

Grupo 1: África do Sul, Brasil, Iraque e Dinamarca.

Grupo 2: Japão, Colômbia, Nigéria e Suécia.

Grupo 3: Alemanha, Coreia do Sul, México e Ilhas Fiji.

Grupo 4: Argélia, Argentina, Honduras e Portugal.

No início do ano, havia a expectativa de que o técnico Dunga não comandasse a seleção olímpica nos jogos, devido aos resultados ruins obtidos com o time principal nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Foi cogitada inclusive a contratação de um técnico pontual apenas para dirigir o escrete canarinho nas Olimpíadas, mas após reunião na sede da CBF ficou definido que Dunga e Gilmar Rinaldi seguem no comando. A dupla, é claro, não conta com a preferência de nem 10% dos torcedores e críticos de futebol, mas é deles a responsabilidade de conduzir a seleção a este título inédito.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo