Anúncio
Anúncio

Depois da venda de Renato Sanches, o Benfica está preparado para vender mais um dos seus titulares: o sueco Lindelof. Tal como informa o site “Calciomercato”, José Mourinho já anunciou à direção do Manchester United que pretende contar com o zagueiro imediatamente, dando assim início a uma enorme revolução no plantel inglês. Na verdade, Mourinho explicou que Lindelof tem prioridade em relações a outras contratações, por causa da necessidade grande do United reforçar o seu setor defensivo.

O Benfica foi campeão português e rapidamente o seu técnico, Rui Vitória, garantiu em uma entrevista recente que já contava que iria perder grande partes dos seus titulares para os gigantes europeus e é precisamente isso que está acontecendo.

Anúncio

Se Renato Sanches já confirmou a sua ida para o Bayern de Munique, agora basta o United pagar os 3 milhões de euros que o clube português exige para levar o talentoso zagueiro Lindelof.

O sueco substituiu Luisão na liderança do setor defensivo do Benfica e surpreendeu os gigantes de toda a Europa com a sua maturidade e segurança, apesar de ser ainda um jovem promissor. Por isso mesmo, e como garante o portal “Calciomercato”, Mourinho já pediu aos dirigentes do seu novo clube que façam de tudo para garantir a contratação do sueco, que recentemente garantiu que estava muito feliz em Portugal, país onde terminou a sua formação, mas que uma proposta tentadora pode fazer com que ele mude os seus planos.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Apesar da necessidade de vender alguns jogadores por valores elevados, o presidente benfiquista, Luís Filipe Vieira, também já garantiu que vai fazer de tudo para manter os dois zagueiros titulares, Lindelof e Jardel, e que só mesmo um time que esteja disposto a bater a cláusula de rescisão poderá levar os dois jogadores. Sabendo disso mesmo, Mourinho pretende que o United não hesite em oferecer os 30 milhões pedidos pelo Benfica, dando assim, o mais rapidamente possível, início ao processo de renovação do plantel, uma tarefa que tem tanto de difícil como de entusiasmante para a torcida dos “reds”, que exigem títulos já na próxima temporada.