Atlético-MG e Ponte Preta entraram em campo neste domingo, pela 9° rodada do Campeonato Brasileiro, vivendo momentos diferentes na competição. O Galo, que estava a sete jogos consecutivos sem uma única vitória, via o trabalho do bicampeão brasileiro Marcelo Oliveira indo de mal a pior. Já a Ponte Preta, 9° colocada até o início da rodada, vinha de vitória jogando em casa contra o Atlético-PR.

Primeiro tempo

O Atlético-MG nem de longe parecia a equipe com problemas defensivos e que estava pressionada a vencer.

Publicidade
Publicidade

Leve em campo, o Galo dominou completamente as ações da primeira etapa e contou com um frangaço do goleiro João Carlos, aos 23 minutos, para abrir o placar. Leandro Donizete recebeu no meio da rua e arriscou uma bomba, o goleiro da Macaca tentou encaixar a bola, que passou por cima de seu ombro e entrou. 1x0 para o Galo.

A Ponte Preta parece ter sentido muito o gol, tanto é que apenas o zagueiro Kadu foi consolar o desolado João Carlos após o gol sofrido.

Publicidade

Com velocidade e eficiência no ataque, o Galo passou a jogar sozinho no Independência, e o que todo mundo estava prevendo aconteceu. Aos 28 minutos, Cazares recebeu passe de Leandro Donizete na entrada da área, dominou e chutou no ângulo do goleiro João Carlos. 2x0 para o Galo.

Segundo tempo

O time da casa continuou dominando, mas o jogo ficou mais burocrático na etapa final. O técnico Eduardo Baptista certamente não ficou satisfeito com o que viu na etapa final e fez duas alterações em sua equipe já no intervalo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Atlético Mineiro

Saíram Roger e Clayson para a entrada de Thiago Galhardo e Wellington Paulista. Ainda insatisfeito, o técnico pontepretano fez mais uma alteração no ataque aos 21 da etapa complementar. Saiu Felipe Azevedo, um dos destaques da equipe na primeira etapa e entrou Willian Pottker.

Com o jogo muito truncado no meio campo, o Atlético ainda assim conseguiu ser mais perigoso no ataque. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, em falta cobrada por Cazares, Fred quase marcou o terceiro, mas cabeceou pra fora.

A partir daí, lance claro de ataque aconteceu apenas aos 24 minutos com o cabeceio de Erazo, após cobrança de escanteio de Robinho.

Já no fim do jogo, aos 29 minutos, Carlos, que havia acabado de entrar na partida, fez o terceiro do Atlético-MG. Após mais uma boa jogada de Leandro Donizete, Carlos recebeu passe na medida e tocou na saída de João Carlos para decretar a vitória do galo. Placar final: Atlético-MG 3x0 Ponte Preta.

Publicidade

Confira os gols do jogo:

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo