A diretoria corintiana trabalha firme para preencher a vaga do técnico Tite que deixou o clube de Parque São Jorge para assumir a Seleção Brasileira de Futebol. Mas, não foi só o treinador que resolveu sair do Corinthians, com ele foram também o diretor de futebol Edu Gaspar e o auxiliar que acompanha o ex-treinador há mais de 16 anos, Cléber Xavier. Desta forma, o Timão teve que triplicar suas buscas, mas até agora nada foi concretizado pela cúpula alvinegra.

O nome da vez, que ganhou mais força nos bastidores e na mídia, é o do técnico Cristóvão Borges. Segundo o portal de notícias Globo Esporte, a negociação está bastante avançada, pois o treinador e diretoria alvinegra estão tratando os últimos detalhes que envolvem o contrato.

A ideia de ambas as partes é que o negócio seja realmente concretizado o mais rápido possível. Estima-se que o treinador seja anunciado já neste fim de semana ou na próxima segunda-feira (20).

Como sempre acontece nas negociações, o mandatário corintiano Roberto de Andrade e o restante da diretoriapreferem seguir em sigilo absoluto, pois nos últimos dias vários nomes circularam nos meios sociais. Os responsáveis pela procura de um novo comandante não negaram o interesse mas, segundo eles, são só dois nomes que seguem como prioridades: o atual técnico do Sport, Oswaldo de Oliveira, e Vagner Mancini que está atualmente no Vitória.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

Com 57 anos, Cristóvão Borges está sem treinar um clube desde o mês de março quando naquela ocasião acabou deixando o Atlético-PR. Ele também foi auxiliar técnico de Ricardo Gomes, agora no Botafogo, clube que enfrentará o Corinthians neste domingo (19), em Itaquera. Como técnico, Cristóvão teve passagens por Bahia, Vasco, Fluminense e Flamengo.

Como jogador, Cristóvão Borges já atuou pelo Corinthians nos anos 80.

Meio-campista habilidoso, conseguiu atuar pelo Timão por apenas uma temporada, em 1986, quando veio do Atlético-PR. Em 87, saiu do clube de Parque São Jorge após jogar 58 partidas e marcar em 13 oportunidades. Em seguida, decidiu atuar no futebol gaúcho, mais precisamente no Grêmio.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo