Se já não bastasse ter que substituir o ídolo Jefferson em meio ao um início de Campeonato Brasileiro bem conturbado para o clube Alvinegro, Sidão tomou para si mais uma responsabilidade: além de defender o gol do Botafogo,o goleiro se viu obrigado a defender os jovens atletas da equipe. Estando apenas há duas semanas no clube, Sidão, o goleiro de 33 anos que veio do Audax, defendeu o clube no último jogo.

No embate contra o Vitória, o goleiro fez boas defesas e conseguiu garantir o empate no placar que acabou em 1 a 1.

Além de garantir o empate, Sidão também ajudou a interpretar a atual conjuntura vivida em General Severiano. Para ele, os jovens têm sofrido muita pressão, e somente um ambiente tranquilo será capaz de fazer com que os atletas tirem o Botafogo da atual situação. Em entrevista coletiva, nessa segunda-feira, Sidão se mostrou ciente de seu espaço na equipe.

Mesmo chegando agora e não tendo tanta afinidade com a maioria, Sidão revelou que tem conversado com os atletas e ajudado como pôde. Devido ao que já viveu no Futebol, o goleiro diz que tem oferecido sua experiência como auxilio.

É sabido que o fato do time estar em último colocado já é complicado. Levar esse tipo de pressão pro campo torna as coisas ainda mais difíceis. Sidão disse que, quando veio para o clube, veio sabendo que sua experiência poderia ajudar.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

A sua liderança é própria e pode nortear os mais jovens. Sidão diz que vê muita capacidade nos jogadores, cita que atletascomo Sassá, Neilton e Ribamar são muito talentosos, mas que a pressão os tem feito receosos. Os atletas não têm arriscado as jogadas por medo. E Sidão não parou por aí não, continuou e expressou o seu sentimento dizendo que, em campo, não é somente o Botafogo que é representado por ele.

Sidão lembra que representa seu filho, sua família, eque estar ali exigiu muito esforço. Deixou claro que, da parte dele, sempre será dado o melhor. Se esse mesmo sentimento for o do restante da equipe, então o Botafogo tem tudo para sair dessa situação. Sidão encerrou a entrevista cobrando uma reação da equipe para o próximo jogo, que será contra o América-MG, na quarta-feira. O goleiro, de forma direta, disparou que a situação não permite escolher adversários, o time tem que entrar em campo com tudo.

Não se pode dar o luxo de perder três pontos. Exemplifica o goleiro dizendo que, se o próximo jogo fosse contra o Corinthians ou Internacional - que são os primeiros da tabela - o Botafogo deveria entrar com tudo e conquistar os três pontos. E quanto aos reforços prometidos, Sidão foi direto: "É claro que os reforços vão nos ajudar, mas quem está jogando precisa tirar o Botafogo dessa situação".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo