O Boca Juniors quer contratar Paolo Guerrero, atacante do Flamengo. Até agora, este é o único fato sobre a possível transferência. A informação foi divulgada pelo FOX Sports, na Argentina. Segundo a imprensa local, esse foi um pedido pessoal do técnico da equipe argentina, Guillermo Schelotto, ao presidente do time. Como Guerrero foi contratado por um valor altíssimo pelo Flamengo em 2015, a negociação deve se arrastar por um bom tempo, e os Xeneizes terão de botar a mão no bolso se quiserem que o peruano forme dupla de ataque com Carlitos Tevez.

Por enquanto, ainda não existe nenhuma proposta oficial por parte do Boca, mas Guerrero já foi perguntado sobre o assunto enquanto viajava para o Brasil, nesta terça-feira, e deixou claro sua admiração pelo clube argentino ao dizer que se trata de um grande clube e que todo atleta queria atuar lá, mas seu foco este momento é apenas o Flamengo.

Questionado, o presidente do Boca, Daniel Angelici, tratou de desconversar e disse que sempre tenta dar as melhores condições de trabalho ao técnico Schelotto, mas que por enquanto não existe nenhuma negociação em aberto.

Para contar com o atacante, o Boca Juniors teria que desembolsar uma quantia próxima a 23 milhões de reais, valor considerado alto tendo em vista a realidade financeira da equipe. Outro fator que pode travar o trâmite é o salário do jogador, que também é muito alto.

No próximo jogo do Flamengo no Brasileirão, contra o Santa Cruz nesta quarta-feira, o atacante será poupado e Felipe Vizeu ganhará mais uma oportunidade na equipe titular.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Flamengo

Baixo rendimento

Guerrero nunca conseguiu repetir o mesmo desempenho dos tempos de Corinthians no Flamengo. O fato é que o atacante convive diariamente com a desconfiança da torcida e com as críticas da imprensa. Felipe Vizeu, que substituiu Gerrero durante a Copa América Centenário, mostrou potencial e já coloca dúvidas na cabeça do técnico interino Zé Ricardo, que terá de optar entre os jogadores, ou arrumar um jeito de fazê-los jogar juntos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo