Iniciar essa matéria falando sobre as dificuldades que o Botafogo está tendo na atual temporada, é como iniciar um conto de fadas com o tal do "era uma vez...", porém, é necessário que seja informado que a cada dia que passa as coisas têm ficado um pouco mais complicadas para o técnico Ricardo Gomes, a cada jogo o departamento médico recebe mais jogadores.

O fato foi uma das pautas discutidas entre os dirigentes e os médicos do clube na noite da última terça-feira, 21.

Publicidade
Publicidade

Vejamos a lista de jogadores que estão em algum tipo de tratamento: Jefferson, Airton, Diogo Barbosa, Carli, Fernandes, Luis Ricardo, Emerson, Neilton, Octávio, Lindoso, Luís Henrique e Leandrinho.

Para entender a razão da preocupação, vamos isolar o caso do Leandrinho, já são 12 lesões, se somada essa última contusão na coxa esquerda, em apenas seis meses. O clube hoje tem tido uma média de dois machucados por mês. Já seria muito, se não houvesse também os casos menos sérios.

Publicidade

Entende-se como casos menos sérios aqueles que desfalcaram a equipe por apenas um ou dois jogos devido a dores não tão preocupantes, um exemplo é o Sassá - o atleta estará fora do jogo nessa quarta-feira, 22.

QUEM ESCALAR?

E é em meio a essa situação que o comandante Ricardo Gomes tem que fazer sua escalação. Só para dimensionar a dificuldade que Gomes tem tido esse ano, lembremos que o técnico chega na décima rodada do Campeonato Brasileiro sem conseguir repetir a mesma escalação - em dois jogos consecutivos - para a próxima partida.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

São seis baixas em um time de onze atletas. Os que estão desfalcando o time principal são: Jefferson, Carli, Rodrigo Lindoso, Dudu Cearense, Emerson, Sassá e Leandrinho. Pendurados: Bruno Silva, Leandrinho e Aquino. Isso faz com que a escalação provável seja: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton; Bruno Silva, Yaca e Gegê; Neilton e Ribamar.

Por enquanto, Ricardo Gomes mantém em segredo a escalação do time que defenderá o clube Alvinegro no próximo embate - ou ainda nem sabe quem entrará em campo.

O Botafogo entra em campo precisando dos três pontos, pois o time luta para sair da zona de rebaixamento. Apenas ganhar o jogo contra o Figueirense não será suficiente, o Botafogo ainda dependerá do resultado de outros jogos (Coritiba vs Internacional; Atlético-MG vs Corinthians; Sport vs São Paulo; Vitória vs Grêmio; e Cruzeiro vs Ponte Preta).

O Botafogo irá torcer para que ao menos três dos cinco times tropecem. Possível é, mas o Alvinegro terá que fazer a sua parte.

Publicidade

E a parte que fica na responsabilidade do clube é a de quebrar o jejum de três anos contra o Figueirense. Desde 2013, o Botafogo não vence o Figueirense - a última vez foi em volta Redonda, depois foram cinco jogos, um acabando empatado e os outros quatro com derrota.

Aliás, na última, o Botafogo foi eliminado da Copa do Brasil jogando dentro de casa. Na ocasião, Renê Simões perdeu o emprego de técnico. No retrospecto, o Botafogo leva a pior, mas o Fogão terá a chance de contradizer os números no jogo de hoje.

Publicidade

O Botafogo enfrentará o Figueirense pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, no jogo que acontecerá às 21h, em Juiz de Fora, Minas Gerais. O Estádio Mário Helênio será o palco dessa disputa.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo