No último meio de semana,houve adisputadada quinta rodada do Campeonato Brasileiro e o que chamou mais a atenção, tanto do público quanto dos profissionais de imprensa, foi a repetição do 1 a 0. Dos dez jogos realizados, seis tiveram vencedores com a diferença mínima.

Os artilheiros só estiveram inspirados em duas partidas. A primeira aconteceu na noite de quarta.O Coritiba, que não atuou no Couto Pereira porque o estádio recebia, na ocasião, grama de inverno, acabou sendo surpreendido pela Chapecoense e deixou a Vila Capanema com uma derrota de 4 a 3.

Pelo mesmo placar, o Palmeiras, na quinta, derrubou, no Pacaembu,a invencibilidade do Grêmio.

Diante do tropeço do rival, o Inter assumiu, momentaneamente, a liderança da competição ao vencer, no Gigante da Beira-Rio, oAtlético-PR com um gol solitário de Vitinho. O 1 a 0 também aconteceu no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. De cabeça, Felipe Vizeu garantiu o triunfo do Flamengo sobre o Vitória-BA.

Nos dois clássicos estaduais, outra vez, o placar mínimo se repetiu. Na Arena de Itaquera, o Corinthians atingiu a terceira vitória consecutiva no Brasileirão. A vítima da vez foi o Santos. Giovanni Augusto foi o herói dos comandados do técnico Tite. Já no Arruda,o Santa Cruz era franco favorito e contava com a boa fase de Grafitte para derrotar o "arqui-inimigo" Sport, mas Edmilson marcou para o Rubro-Negro, que, além de conseguir os três pontos pela primeira vez no certame, proporcionou o fim da invencibilidade da equipe coral.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

No Mané Garrincha, em Brasília, o Cruzeiro, que também não havia vencido até então, acabou com o jejum sobre o Botafogo. Élber quebrou o jejum da Raposa. O "festival" de 1 a 0 se encerrou no Orlando Scarpelli, com o Figueirense, de Rafael Moura, sobre o São Paulo.

O empate de 1 a 1 entre Atlético-MG e Fluminense na quarta, além da derrota de 2 a 1 do América-MG para a Ponte Preta, na quinta, ambos ocorridos no Independência, em Belo Horizonte, completaram mais uma sequência de partidas daquele que é considerado o mais equilibrado torneio nacional de futebol de clubes do mundo

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo