Após a vitória do São Paulo contra o América-MG por 3 a 0 neste domingo (10), no Morumbi, partida disputada pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o goleiro Denis revelou à imprensa que seu contrato com o tricolor paulista, que se encerraria no próximo mês, foi prorrogado por mais uma temporada e meia, terminando em dezembro de 2017 apenas.

Dizendo-se feliz pela assinatura do acordo, Denis afirmou que o São Paulo vai buscar a classificação para a final da Libertadores e essa luta de 2016 vai entrar, segundo o jogador, para os anais do clube, diante da descrença da torcida são-paulina após a derrota por 2 a 0, em casa, na última quarta-feira (6).

Para que as previsões de Denis sejam confirmadas, o São Paulo terá de devolver o resultado do Morumbi em Medellín para levar a disputa para os pênaltis. Uma diferença de dois gols ou mais dá ao time paulista vaga direta na final. 

O goleiro são-paulino ganhou a titularidade após a aposentadoria de Rogério Ceni, mas ainda não conseguiu mostrar que tem a competência necessária para substituir o M1to.

Neste ano, Denis já falhou em partidas nos dois campeonatos que o time disputa: Brasileirão e Libertadores. Mesmo diante de alguns erros que custaram caro ao time, a diretoria são-paulina e também o técnico Edgardo Bauza confiam na capacidade técnica de Denis, e por esta razão é que o mantém na equipe, descartando quaisquer possibilidades de o clube ir ao mercado para buscar um profissional em sua substituição.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

O reserva de Denis, que neste ano submeteu-se à uma cirurgia de apêndice, está afastado dos gramados em decorrência de uma lombalgia - lesão da coluna que atinge as vísceras situadas na região.

Denis acredita que o tricolor paulista vai vencer a partida de "vida ou morte" na próxima quarta-feira (13) contra o Atlético Nacional, em Medellín, dizendo que, para tanto, o time precisa atuar de forma estratégica, atacando de forma sucinta e não desordenadamente e, sobretudo, com serenidade.

Para o embarque desta noite rumo à Colômbia, as ausências, já esperadas, foram Kelvin e Ganso, que permaneceram no Brasil para tratamento de estiramento na coxa. Outro que não viajou e também será desfalque no elenco foi o zagueiro Maicon, expulso na última partida após cometer falta tola ao empurrar Moreno diante dos olhares do árbitro argentino Mauro Vigliano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo