A saída do atacante Alexandre Pato deixou a maioria da torcida do Corinthians feliz. Os motivos pelos quais o torcedor não gosta do atleta são conhecidos, seja porque ele nunca demostrou interesse em jogar pelo Timão ou até mesmo, a sua falta de comprometimento. Para preencher a vaga deixada por Pato, a cúpula alvinegra estuda a possibilidade de contratar o atacante Gustavo, do Criciúma.

O interesse em contar com o destaque do time catarinense partiu do técnico Cristóvão Borges, que analisa usá-lo como centroavante. Antes mesmo da saída de Alexandre Pato, o Timão já havia contactado os representantes de Gustavo.

Com a janela de transferências do exterior fechada, nenhum clube brasileiro pode trazer jogadores do mercado da bola europeu.

Contudo, as atenções estão voltadas para o jogador de 22 anos, que, atualmente, é um dos destaques do Campeonato Brasileiro da série B com 11 gols marcados.

O atleta não é formato 'pizza', portanto, o Criciúma detém 100% de seus direitos federativos e sua multa de rescisão de contrato gira em torno de R$ 12 milhões. A diretoria do clube de Santa Catarina não quer negocia-lo por empréstimo, assim, estima-se que a possibilidade de que o clube negocie junto ao Corinthians parte dos direitos econômicos, já que Tigre deseja ficar com outra parte, pois, atuando em um grande clube, o jogador deverá ser mais valorizado e, consequentemente, trazer retorno financeiro para a equipe em uma possível transferência no futuro.

Gustavo se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior, competição essa que serve de grande vitrine para os jovens.

Os melhores vídeos do dia

Naquela época, o atleta defendia o Taboão da Serra. Antes mesmo de ganhar espaço e se destacar no Criciúma, 'Gustagol' foi emprestado para outras equipes.

Corinthians não quer gastar muito em contratações

Eduardo Ferreira, que é diretor de futebol do clube, informou que o Corinthians não vai gastar muito dinheiro em novas contratações, contudo, a contratação do atacante Gustavo não é descartada nem por Cristóvão e nem pela comissão alvinegra.

A venda de Pato pode ajudar os cofres do clube paulista para trazer novos jogadores, pois os valores envolvidos no negócio gira em torno dos R$ 10 milhões. O Timão era detentor de 60% de seus direitos.