Um dos maiores vencedores da história do Corinthians, Danilo acredita ter ainda muita lenha para queimar. Aos 37 anos, o meio-campista ainda não faz planos para a aposentadoria, mantendo em aberto a possibilidade de continuar atuando com a camisa do Timão, como acontece desde 2010. Em entrevista realizada nesta terça-feira (26), Danilo deixou claro que vai cumprir o seu contrato com o clube até o final do ano e aguarda um posicionamento da diretoria para uma possível renovação.

Atuação decisiva contra o Figueirense conta pontos para Danilo

Antes titular absoluto, Danilo tem figurado entre os reservas na maioria das partidas, servindo sempre como uma arma preciosa para o Corinthians. Respeitado pelo ex-técnico Tite, que acertou recentemente com a seleção brasileira, o meia ganhou moral junto ao novo treinador, Cristóvão Borges, com sua importante participação na partida disputada no último sábado (23) contra o Figueirense, na Arena Corinthians.

Após desperdiçar um grande número de oportunidades, o Timão se viu em apuros ao sair em desvantagem e escapou de um revés diante de sua torcida graças a um belo gol de cabeça de Danilo, já nos minutos finais da partida.

Danilo acredita que ainda está em condições de desenvolver um Futebol de alto nível e quer continuar enquanto se sentir capaz. Caso não haja um acordo com a diretoria do Corinthians, o jogador pode avaliar outras possibilidades.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

Uma delas seria o Goiás, onde o meio-campista começou a carreira e atuou entre os anos de 1999 e 2003.

Depois que retornou do futebol japonês, Danilo construiu uma carreira sólida no Corinthians. Contestado no início, por ter atuado e conquistado títulos importantes pelo arquirrival São Paulo, o jogador conquistou a confiança da Fiel Torcida e escreveu seu nome na galeria dos grandes ídolos do Timão.

Danilo fez nada menos que 335 jogos com a camisa alvinegra e participou das vitoriosas campanhas na Taça Libertadores e Mundial de Clubes em 2012, além de conquistar dois campeonatos brasileiros, uma Recopa Sul-Americana e um Campeonato Paulista. Dos 33 gols marcados, o mais importante certamente foi o que garantiu a classificação do Corinthians para a final da Libertadores, no empate de 1x1 diante do Santos, no Pacaembu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo