Depois de empatar com o Santos em 1 a 1 no Allianz Parque pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o sinal de alerta para o técnico Cuca foi aceso. A diretoria busca o título do Nacional à qualquer preço. Tanto que Alexandre Mattos, executivo de Futebol, está na Espanha nesse momento para impedir o assédio do Barcelona por Gabriel Jesus. A ideia é mantê-lo até dezembro. 

Segundo informações do portal Band (jornalista Héverton Guimarães), o Verdão foi tentar buscar Diego Tardelli no futebol chinês.

Publicidade
Publicidade

No entanto a resposta por parte do jogador foi negativa. Tardelli quer permanecer no futebol chinês. Atualmente seu contrato com o Shandong Luneng está findando, mas outros clubes locais querem contar com ele. 

O Luneng fechou negócio com o atacante Pellé, da seleção italiana. O banco de reservas para Tardelli é apenas questão de tempo.

Alecsandro de volta

Contra o Internacional, domingo, o Palmeiras contará com a volta de Alecsandro. Suspenso preventivamente por 30 dias por conta de doping, o jogador poderá atuar até novo julgamento.

Publicidade

Antes de ser suspenso, era titular com Cuca no Verdão e um dos artilheiros da equipe. 

Pereira ou Barrios?

Leandro Pereira e Lucas Barrios vão travar uma 'batalha épica' pelo comando do ataque palmeirense. Titular contra o Santos, Barrios não agradou. Não se mostrou voluntarioso e acabou perdendo um pouco de 'status' com Cuca. Já Leandro Pereira vem jogando bem nos treinos e agradou o treinador. 

E o meio-campo?

Cuca pediu dois reforços para a sequência da temporada.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Um meio-campista e um atacante. Mattos tem o dever de tentar conseguir alguns nomes. Em sua passagem pela Espanha, o executivo deve procurar algumas equipes e ter algumas indicações. No entanto sabe que a folha salarial palmeirense é muito alta e que quem chegar precisa aceitar ganhar um pouco menos ou, pelo menos, aceitar a realidade do futebol brasileiro. Mattos encontra essa grande dificuldade em fechar com atletas. 

Diego Ribas, do Santos, pediu R$ 800 mil mensais para voltar para o Brasil, por exemplo.

O valor foi rechaçado por todas as grandes equipes de São Paulo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo