Na grande final da Eurocopa 2016, mesmo com a França martelando o jogo inteiro, Portugal se segurou, superou a falta da sua estrela Cristiano Ronaldo, que saiu do jogo aos 12 minutos do primeiro tempo, após sofrer lesão no joelho, e foi campeão pela primeira vez de um torneio com a seleção principal. O atacante Éder fez o gol aos dois minutos do segundo tempo da prorrogação, quando chutou no canto direito do goleiro Lloris. Assim, como os portugueses descobriram o Brasil em 1.500, eles descobriram como é ganhar seu primeiro troféu com a seleção principal.

É uma festa portuguesa com certeza!

Assim como Portugal chorou a derrota na Eurocopa em 2004, eles fizeram os franceses derramarem lágrimas no Stade de France, em Saint-Denis. Mesmo sem poder estar no campo por conta da lesão, Cristiano Ronaldo deu seu apoio aos companheiros. No jogo, ele incentivou, torceu, orientou os jogadores no campo. Mas o grande destaque do CR7 foi o seu choro, tanto quando deixou a partida na maca, quanto quando o juiz apitou o fim do jogo que garantiu o troféu aos lusos, pois, aos 31 anos, essa pode ter sido sua última Eurocopa.

Cristiano Ronaldo dedicou o campeonato aos imigrantes e aos 11 milhões de habitantes do seu país. A capital Lisboa parou para comemorar o campeonato e os campeões saíram em carro aberto junto a sua torcida. O título marca uma geração mesclada entre atletas mais antigos e revelações. Além do CR7, Portugal conta com Nani, Rui Patrício, Pepe e o jovem de 18 anos, Renato Sanches, que jogou pela seleção como se fosse um exímio veterano, não sentindo a pressão da final. Com o título, Portugal vai disputar a Copa das Confederações de 2017, na Rússia, competição que antecede a Copa do Mundo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

França em reconstrução

Mesmo com o vice-campeonato, a França pode se considerar satisfeita com o resultado. Afinal, o time vem sendo reconstruído pelo técnico Didier Deschamps e, devido a um escândalo, não contou com Benzema, Valbuena. Outra estrela que ficou de fora foi o atacante Ribéry, aposentado da seleção.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo