A bruxa está solta no São Paulo, que está na 11ª colocação no Brasileirão, a 4 pontos da zona de rebaixamento e sem vencer, no Morumbi, desde o dia 10 de agosto. No meio da semana, o tricolor paulista perdeu para um time que disputa a terceira divisão do Campeonato Brasileiro, o Juventude, de Caxias do Sul (RS). Válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil, torneio jamais vencido pelo clube paulista, a partida foi encerrada com o placar de 2 a 1 para os visitantes.

Na manhã deste sábado (27), além do susto com a invasão de torcedores são-paulinos que roubaram material de treinamento e pertences de vários jogadores do elenco tricolor, que também sofreram agressões físicas como o meio-campista Michel Bastos, o volante Wesley e o lateral esquerdo Carlinhos; Ricardo Gomes teve outra má notícia.

Entusiasmado em poder contar com um reforço na defesa são-paulina com formação de dupla de peso na zaga com Maicon e Rodrigo Caio, o técnico recém contratado viu suas esperanças caírem por terra com a confirmação de lesão, ocorrida durante o treinamento deste sábado, no atleta medalha de ouro nos jogos olímpicos Rio 2016 com a Seleção Brasileira.

Entretanto, Gomes pode contar com Lyanco e Lugano para a função de bloquear as investidas do Coritiba, adversário deste domingo, às 16h, no Morumbi. O time precisa vencer a 22ª rodada do nacional para dar um pouco de calma à torcida e para, principalmente, permitir que o treinador, recém contratado e em sua segunda passagem pelo São Paulo, possa transformar o elenco e colocar o time em condições de disputa no G4 do Brasileirão e, talvez, reverter a desvantagem na Copa do Brasil. 

O segundo, e derradeiro, confronto contra o time gaúcho acontecerá no dia 21 de setembro, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Os melhores vídeos do dia

Para seguir as quartas de final da Copa do Brasil o São Paulo terá de vencer o time da casa por dois gols de diferença.

A lesão de Rodrigo Caio, um estiramento no músculo adutor da coxa direita, desfalcará o São Paulo e também a Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Tite, dando lugar a Pedro Geromel, do Grêmio, convocado pela primeira vez para vestir a camisa amarela da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O zagueiro são-paulino havia sido relacionado pelo ex-treinador corintiano para atuar em duas partidas, em setembro, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Estreias de Tite no comando da Seleção Brasileira, os jogos serão disputados contra Equador e Colômbia.