Ainda emocionado com a medalha de ouro conquistada pelo Futebol masculino do Brasil, na noite deste sábado (20), Neymar deu entrevista para a Globo. Ele agradeceu aos amigos, familiares e companheiros, que estiveram com ele durante o momento difícil e o apoiaram.

Neymar também disse que eles foram muito criticados nos dois primeiros jogos, mas que responderam com futebol, como tem que ser. Para finalizar, ele lembrou a famosa frase dita por Zagallo e disse: “Agora vão ter que me engolir”.

O jogador, em seguida, deixou a entrevista e foi se preparar para receber a medalha de ouro das olimpíadas 2016.

O jogo, que acabou nos pênaltis, teve uma defesa de Weverton, goleiro nascido no Acre, que defendeu a quinta cobrança da Alemanha. Em seguida, Neymar, que fez o único gol do Brasil durante a partida, fez a cobrança e converteu. Weverton e Neymar ficaram marcados na história da Seleção Brasileira.

"É muito especial, agradeço muito a Deus, da forma que foi, nos pênaltis, da forma que foi, com muita luta, depois de um começo difícil", disse o técnico Rogério Micale, após a vitória da seleção brasileira.

Esta foi a primeira medalha de ouro da seleção brasileira na história das olimpíadas. A seleção já havia conquistado medalhas de pratapor três vezes, em Los Angeles 1984, Seul 1988 e Londres 2012. A seleção brasileira também já conquistou o bronze em duas ocasiões: Atlanta 1996 e Pequim 2008.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Seleção Brasileira

Veja o vídeo de Neymar falando "Agora vão ter que me engolir"

Ficha técnica: Brasil x Alemanha

Data: 20 de agosto de 2016 (sábado)

Horário: 17h30 (horário de Brasília)

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Alireza Faghani (IRN)

Assistentes: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (IRN)

BRASIL: Weverton, Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio e Douglas Santos; Walace e Renato Augusto; Gabriel Barbosa, Luan e Gabriel Jesus; Neymar.

Técnico do Brasil: Rogério Micale

ALEMANHA: Horn; Toljan, Ginter, Süle, Klostermann; S.

Bender, Brandt, L. Bender, Meyer, Gnabry; Selke.

Técnico da Alemanha: Horst Hrubesch

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo