Na tarde deste sábado, o Fluminense desembarcou no Aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória. No domingo, a partir das 11h (de Brasília), o Tricolor encara, no Kléber Andrade, em Cariacica, região metropolitana da capital do Espírito Santo, o América-MG pela 20ª rodada, a primeira do returno do Campeonato Brasileiro. Na chegada, o grupo foi recepcionado por um bom número de torcedores, que festejaram o contato com os ídolos.

Um dos mais assediados, Wellington revelou que não sente qualquer incômodo no tornozelo esquerdo, local onde, no compromisso do último final de semana (empate de 2 a 2 com o Internacional, no Gigante da Beira-Rio, em Porto Alegre), sofreu uma entorse e colocou-se à disposição para ser utilizado por Levir Culpi.

"Estou bem, se o professor contar comigo eu estou aí", confirmou o jovem atacante, que, depois de seis anos pelo futebol da Inglaterra, voltou ao time pelo qual foi revelado e vem agradando a todos.

Outro a receber carinho no aeroporto, Gustavo Scarpa também conversou com os jornalistas presentes. De acordo com o meia, uma vitória será fundamental para o Flu arrancar na competição.

"Começar o segundo turno vencendo é muito bom, tivemos um primeiro turno muito abaixo do que a gente tinha pretensão de fazer. Espero sair com a vitória e que mude a nossa situação no campeonato", explicou o camisa 40.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Henrique ficou no Rio. Gum terá, como companheiro no sistema defensivo, Renato Chaves. Por outro lado, o meia argentino Claudio Aquino, reforço trazido do Independiente, clube tradicional daquele país, após um longo período de treinos, viajou pela primeira vez e ficará no banco de reservas, tendo grandes chances de entrar no andamento da partida.

Somando 25 pontos e ocupandoa 10ªposição, o Fluminense busca a vitória para afastar-se, cada vez mais, da zona de rebaixamento e voltar o foco para o G-4 do Brasileirão, o que asseguraria, na temporada do ano que vem, uma classificação para a Taça Libertadores da América.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo