Desde que foi eleita como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, a cidade do Rio de Janeiro vinha se preparando para mostrar ao mundo que foi a melhor escolha, entre as concorrentes Praga (República Checa), Doha (Qatar), Baku (Azerbaijão), Madrid (Espanha), Tóquio ( Japão) e Chicago ( Estados Unidos).

A expectativa aumentava ainda mais pelo fato de ser a primeira vez que um país da América do Sul sedia uma Olimpíada.

A confirmação da cidade maravilhosa como sede foi feita no dia 2 de outubro de 2009, na cidade de Copenhague, capital da Dinamarca.

Publicidade
Publicidade

Desde então, muitos esforços e dificuldades marcam a preparação e apresentação do evento.

Já no primeiro dia de competições, um evento inusitado chamou a atenção do mundo e, principalmente, dos espectadores do jogo que marcaria simbolicamente a abertura da Rio 2016. O jogo de Futebol feminino, entre as seleções da Suécia e África do Sul, foi marcado pela desorganização da equipe Rio-2016 que não encontrava a chave de um cadeado do portão, localizado na ala leste do estádio Olímpico João Havelange, conhecido popularmente como Engenhão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Os torcedores que compraram ingressos para aquela localidade tiveram que dar a volta no estádio e adentrar pelo lado oeste.

Os organizadores informaram que o cadeado que ficava no portão não tinha chave e, então, os bombeiros foram chamados para quebrar o cadeado.

A organização limitou-se a dizer que tratava-se de um ''problema operacional'' e que se resolveria logo.

Muitos torcedores irritaram-se, pois chegaram a tempo de assistir, desde o início, a partida e acabaram perdendo parte do evento.

Publicidade

O jogo que terminou com a vitória da Suécia por 1 a 0  foi dominado inteiramente pelo time Europeu, ante a forte marcação da equipe Sul-Africana, que parecia apostar apenas nos contra-ataques. Com a vitória, a Suécia marca seus primeiros 3 pontos no grupo E, que conta ainda com Brasil e China, além da África do Sul.

O time Sueco é considerado um dos favoritos a levar o ouro e estão na sexta posição no Ranking da Fifa, enquanto as Africanas estão apenas na 52ª posição.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo